Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/6973
Título: Comparação do desempenho motor de crianças de duas escolas de diferentes níveis socioeconômicos
Outros títulos: Comparison of motor performance of schools children from two different socioeconomic status
Autor(es): Rodrigues, Michele Lopes
Orientador(es): David, Ana Cristina de
Assunto: Capacidade motora nas crianças
Aptidão física
Educação física - crianças
Data de publicação: 1-Mar-2011
Data de defesa: 30-Jul-2010
Referência: RODRIGUES, Michele Lopes. Comparação do desempenho motor de crianças de duas escolas de diferentes níveis socioeconômicos. 2010. 74 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Resumo: O desenvolvimento motor é proporcionado pela interação entre as necessidades da tarefa, a biologia do indivíduo e as condições do ambiente. Alguns fatores do ambiente influenciam o desenvolvimento motor e consequentemente o desempenho da criança. Uma boa aptidão física é aspecto fundamental no comportamento motor das crianças. O objetivo desse trabalho foi comparar a aptidão física voltada para o desempenho de crianças de cinco a dez anos de idade de duas escolas de diferentes níveis socioeconômicos do Distrito Federal. Participaram do estudo 466 crianças (254 do NSE médio/alto e 212 do NSE baixo) provenientes de duas escolas, uma privada situada na Região Administrativa (RA) de Brasília e a outra pública na RA do Varjão. Para medir a aptidão motora foram utilizados três testes: corrida de 20m para avaliar a velocidade, o de impulsão horizontal para avaliar a força explosiva de membros inferiores ambos recomendados pelo protocolo do PROESP-BR e o de saltos laterais da bateria KTK (Kiphard e Schilling, 1974) para avaliar a coordenação motora global. Para fins de análise, as crianças foram pareadas, em relação às idades: 5 (n=90), 6 (n=82), 7 (n=66), 8 (n=87), 9 (n=83) e 10 anos (n=58). Utilizou-se a análise descritiva (média, desvio padrão) e o teste de análise multivariada (MANOVA) para verificar diferenças entre as médias dos grupos socioeconômicos para cada idade. Os resultados mostraram que o desempenho motor melhora com o avançar da idade. Na comparação entre os níveis socioeconômicos, crianças do nível socioeconômico baixo obteve resultados superiores com diferenças significativas na variável velocidade na idade de 6 anos e na de força explosiva, na idade de 7 anos. O grupo do nível socioeconômico médio/alto apresentou resultados melhores na variável velocidade nas idades de 8, 9 e 10 anos. Ao analisar a questão do gênero, em geral, os meninos alcançaram resultados melhores em todos os testes motores. Conclui-se que há uma variabilidade nos dados relacionados ao desempenho motor das crianças de diferentes níveis socioeconômicos e não foi possível identificar com clareza a influência da variável socioeconômica nos resultados. Sugerem-se mais estudos com controle maior das variáveis de hábitos de vida.
Abstract: The motor development is provided by the interaction between the needs of the task, the biology of individual and environmental conditions. Some environmental factors influence the motor development and consequently the performance of the child. A good motor fitness is essential on motor behavior of children who carry it to they adult life. The aim of this study was to compare the motor fitness of children from five to ten years old of two schools from different socioeconomic status of the Federal District, Brazil. Participated in the study 466 children (254 of SES medium/high and 212 of SES low) from two schools, a private situated in Brasilia and the other public of Varjao. To measure motor fitness were used three tests: run 20 m to evaluate the speed, the standing long jump to evaluate the explosive strength both tasks recommended protocol PROESP-BR and the jumping sideways from KTK battery (Kiphard and Schilling, 1974) to assess the global motor coordination. For the purpose of analysis, the children were paired for the ages: 5 (n = 90), 6 (n = 82), 7 (n = 66), 8 (n = 87), 9 (n = 83) and 10 years (n = 58). It has been used descriptive analysis (mean, standard deviation) and multivariate analyses (MANOVA) test to verify differences between averages of socioeconomic groups for each age. The results showed that the performance improves with age. In comparison of socioeconomic levels, low socioeconomic status achieved superior results with significant differences in variable speed at age 6 and explosive strength, at the age of 7 years. The group medium/high socioeconomic status presented results better in variable speed in ages 8, 9 and 10 years. To examine the issue of gender, in general, the boys have achieved better results in all motor tests. It is concluded that there is a variability in motor fitness data of children from different socioeconomic status and could not clearly identify the influence of socioeconomic variable in the results. We suggest further studies with greater control of the variables of lifestyle.
Informações adicionais: Dissetação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, 2010.
Aparece nas coleções:FEF - Mestrado em Educação Física (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_MicheleLopesRodrigues.pdf1,62 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.