Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/6629
Título: Qualidade de vida e reabilitação : casos cirúrgicos de artroplastia total do quadril
Autor(es): Matos, Denise Regina
Orientador(es): Araújo, Tereza Cristina Cavalcanti Ferreira de
Assunto: Psicologia clínica da saúde
Fisioterapia
Artrite reumatóide
Qualidade de vida
Data de publicação: 27-Jan-2011
Data de defesa: 2006
Referência: MATOS, Denise Regina. Qualidade de vida e reabilitação: casos cirúrgicos de artroplastia total do quadril. 2006. 175 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia)-Universidade de Brasília, Brasília, 2006.
Resumo: A artroplastia total de quadril é indicada para tratamento de artrose primária e secundária do quadril em função do acometimento por várias patologias associadas à destruição articular, tais como artrite reumatóide, espondilite anquilosante, fraturas, displasia congênita, necrose avascular da cabeça do fêmur, cujos sintomas são dor, limitação articular, restrições graves nas atividades diárias, alterações emocionais e alteração do sono. Considerando o interesse clínico e científico do tema para a área da Psicologia da Reabilitação, desenvolveu-se uma investigação com o objetivo de avaliar a qualidade de vida de pacientes submetidos a artroplastia total do quadril. Foram avaliados 17 pacientes do Programa de Ortopedia Adulto da Rede Sarah da Unidade Centro de Brasília, sendo 53% mulheres e 47% homens com idade média de 56 anos (DP= 10,4). Adotou-se uma abordagem multimetodológica nas etapas précirúrgica e pós-cirúrgica (três meses após a artroplastia de quadril) por meio da aplicação de um instrumento de avaliação de qualidade de vida (SF-36) e de um roteiro de entrevista semiestruturada. Os resultados obtidos pelo SF–36 apontam que os aspectos físicos, a capacidade funcional e a dor apresentaram as mais baixas médias no pré-operatório, sendo o estado geral de saúde e a saúde mental os domínios com as médias mais altas. No pós-operatório, todos os domínios avaliados pelo SF-36 apresentaram melhora significativa. Dentre esses, a dor, os aspectos emocionais e a capacidade funcional apresentaram as maiores variações, com conseqüente melhora nas suas avaliações, quando comparadas com as do pré e do pósoperatório. Os pacientes na faixa etária de 56 a 75 anos (n= 9) apresentaram uma melhora maior na capacidade funcional no pós-operatório, quando comparados com os pacientes mais jovens, na faixa de 35 a 55 anos de idade. A análise das entrevistas revela a dor e a percepção que o paciente tem sobre sua limitação para desempenhar funções diárias e a dependência de familiares. Quanto à satisfação, a entrevista revelou que três pacientes mostraram-se frustrados com os resultados obtidos após três meses de cirurgia. De modo geral, os dois instrumentos empregados mostraram-se adequados para a avaliação pretendida e apontam resultados semelhantes e complementares. No intuito de aprimorar a identificação e a análise das variáveis envolvidas na reabilitação desses pacientes, sugere-se que a investigação seja desenvolvida com uma amostra mais extensa e que o intervalo temporal de acompanhamento também seja ampliado. _____________________________________________________________________________ ABSTRACT
Total hip replacement (arthroplasty) is indicated to the treatment of primary and secondary hip arthrosis caused by several pathologies associated to joint destruction, such as rheumatoid arthritis, ankylosing spondylitis, fractures, congenital displasia, avascular necrosis of the femoral head, whose symptoms are pain, range of motion restriction, severe limitation of daily living activities, emotional alterations, and sleep disorders. Considering the clinical and scientific interest on the issue to the Rehabilitation Psychology area, an investigation has been carried out aiming at assessing the quality of life of patients who had undergone total arthoplasty of the hip. Seventeen patients were evaluated from the Adult Orthopedic Program from the Sarah Network Hospital, Brasília Downtown branch, 53% female and 47% male with the average age of 56 (SD 10,4). A multimethodological approach was adopted in the pre- and post-surgery phases (after three months ot total hip replacement) through the use of a quality of life evaluation instrument (SF-36) and a semi-structured interview procedure. The results obtained by the SF-36 indicate that the physical aspects, the functional capacity and pain presented the lowest averages in the pre-surgery phase, while the general and mental health state domains presented the highest averages. At the post-surgery phase, there has been a significant improvement of all domains evaluated by the SF-36, with the greatest variations presented by pain, emotional aspects and functional capacity, with subsequent improvement in the assessment of such features, when pre- and post-surgery phases were compared. Fiftysix to seventy-five year old patients (n= 9) presented better improvement in the functional capacity at post-surgery phase when compared to younger patients, ranging from thirty-five to fifty-five years old. The interview analysis reveals pain and the patients' perception about their limitation to carry out daily activities and the dependence on relatives. As for satisfaction, the interview shows that three patients were frustrated with the results after three months from surgery. In general, both instruments employed proved adequate for the intended evaluation, and point to similar and corresponding results. In order to improve identification and analysis of the variables pertaining to the rehabilitation of these patients, this research suggests that investigation be developed with a larger number of subjects and that the time interval under scrutiny also be extended.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2006.
Informações de Acesso e Conteúdo: Dissertação apresentada ao Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília, como requisito parcial à obtenção do título de Mestre em Psicologia. Área de Concentração: Desenvolvimento Humano no Contexto Sócio-Cultural.
Aparece nas coleções:IP - Mestrado em Psicologia (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_Denise Regina Matos.pdf4,79 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.