Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/6406
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_AcúmuloNitratoAlface.pdf610,79 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Acúmulo de nitrato em alface em função da adubação, horário de colheita e tempo de armazenamento
Outros títulos: Level of nitrate in lettuce as a result of fertilization, harvesting time and storage period
Autor(es): Turazi, Caroline Machado Vasconcelos
Junqueira, Ana Maria Resende
Oliveira, Sebastião Alberto de
Borgo, Luiz Antônio
Assunto: Alface - cultivo
Adubos e fertilizantes
Plantas - nutrição
Produtividade agrícola
Data de publicação: Jan-2006
Referência: TURAZI, Caroline Machado Vasconcelos et al. Acúmulo de nitrato em alface em função da adubação, horário de colheita e tempo de armazenamento. Horticultura brasileira, Brasília, v. 24, n. 1, p. 65-70, jan./mar. 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/hb/v24n1/a13v24n1.pdf>. Acesso em: 10 jan. 2011. doi: 10.1590/S0102-05362006000100013.
Resumo: O experimento foi conduzido na Fazenda Água Limpa, UnB em Brasília, de janeiro a março de 2004, com o objetivo de avaliar o acúmulo de nitrato em alface, cv. Verônica, sob cultivo protegido, em função da adubação, horário de colheita e tempo de armazenamento (8ºC). O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, em esquema fatorial 5 x 4 x 4, em quatro repetições. Os cinco tratamentos de adubação foram: 1,5 kg m-2 de cama-de-frango (T1); 3,0 kg m-2 de esterco bovino (T2); mineral, de acordo com a análise química do solo - M (T3); M acrescida de 1,5 kg m-2 de cama-de-frango (T4) e M acrescida de 3,0 kg m-2 de esterco bovino (T5). Os horários de colheita foram 7; 11; 15 e 18 horas, e os períodos de armazenamento foram 0; 3; 5 e 7 dias. Os tratamentos T1 e T4 resultaram em plantas com os maiores teores de nitrato foliar, 1240,12 e 1303,66 mg NaNO3 kg-1, respectivamente; enquanto T2 resultou no menor acúmulo de nitrato, 547,26 mg NaNO3 kg-1. Porém, quando o esterco bovino foi associado ao adubo mineral (T5), ocorreu um aumento de 2,18 vezes no teor de nitrato foliar (1195,25 mg NaNO3 kg-1). Plantas colhidas às 7 horas apresentaram os menores teores de nitrato, sugerindo ser este o melhor horário para colheita da alface no Distrito Federal. O armazenamento proporcionou uma redução de 29,3% no teor de nitrato ao longo de 7 dias. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The experiment was carried out in Brasilia, Brazil, from January to March 2004, aiming to evaluate the level of nitrate in lettuce, cv. Veronica, as a result of fertilization, harvesting time and storage period (8ºC). We used the ramdomized blocks experimental design in a factorial 5 x 4 x 4, with four replicates. The five fertilization treatments tested were: 1,5 kg m-2 of chicken manure (T1); 3,0 kg m-2 of cattle manure (T2); mineral, as a result of soil chemical analysis - M (T3); M with 1,5 kg m-2 of chicken manure (T4); and M with 3,0 kg m-2 of cattle manure (T5). The harvesting times were 7 and 11 a.m., and 3 and 6 p.m. The storage periods were 0; 3; 5 and 7 days. The treatments T1 and T4 resulted in plants with the highest levels of nitrate, 1240,12 and 1303,66 mg NaNO3 kg-1, respectivelly, while T2 resulted in the lowest nitrate level, 547,26 mg NaNO3 kg-1. However, when cattle manure was added to M (T5), an increase of 2,18 times was observed in the nitrate level (1195,25 mg NaNO3 kg-1). Plants harvested at 7 a.m. showed the lowest levels of nitrate, suggesting that it is the best moment to harvest lettuce in the Distrito Federal region. During the storage period of seven days, nitrate level was reduced by 29,3%.
DOI: 10.1590/S0102-05362006000100013
Aparece nas coleções:FAV - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons