Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/6356
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert_Patricia Caetano.pdf1,52 MBAdobe PDFView/Open
Title: Construção e validação do inventário de competências pessoais para o trabalho - ICPT
Authors: Caetano, Patrícia Fagundes
Orientador(es):: Pasquali, Luiz
Assunto:: Trabalho - aspectos psicológicos
Psicologia
Issue Date: Jul-2007
Citation: CAETANO, Patrícia Fagundes. Construção e validação do inventário de competências pessoais para o trabalho - ICPT. 2007. 231 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Abstract: A competência tem sido apontada como um diferencial competitivo tanto para as pessoas quanto para as organizações. Na literatura, é crescente a quantidade de estudos realizados a respeito da competência, embora não exista um consenso quanto ao seu conceito e mensuração. Apesar de haver evidências a respeito da importância das competências pessoais para o trabalho, não existe instrumentos para avaliá-las. A falta de estudos empíricos e de um instrumento para avaliar competência pessoal motivou o presente trabalho, que teve como objetivo construir e validar um instrumento de medida para aferir Competências Pessoais para o trabalho. Para o alcance do objetivo, foram realizados dois estudos. O primeiro estudo teve a finalidade de construir um instrumento, denominado de Inventário de Competências Pessoais para o Trabalho – ICPT. Para isso, foi realizado um levantamento da literatura a fim de definir as competências pessoais que seriam avaliadas e para a construção dos itens. O instrumento foi submetido à análise semântica, análise de juízes e a um estudo piloto. O segundo estudo objetivou a validação do instrumento por meio da validade de construto e validade convergente. Este estudo foi realizado com uma amostra de 1.729 participantes e as análises feitas foram: análises fatoriais exploratória, análises fatoriais confirmatórias e análise de precisão do componente por meio do Alfa de Cronbach. A validação convergente foi aferida por meio da correlação canônica entre o ICPT e o teste de personalidade P-Faces. A análise fatorial exploratória apontou para uma estrutura multifatorial composta por 2 componentes independentes: Competência Pessoal e Falta de orientação para o trabalho. Foram realizadas análises fatoriais com cada um dos componentes separadamente, a partir das quais foi encontrado um modelo composto por oito componentes de primeira ordem, quatro componentes de segunda ordem e dois componentes de terceira ordem, além de três facetas do componente Relacionamento Interpessoal. Os índices de confiabilidade variaram de 0,67 a 0,98. A análise fatorial confirmatória apresentou indícios da adequação do modelo aos dados empíricos. As análises de correlações canônicas confirmaram a hipótese da convergência entre os instrumentos ICPT e P-Faces. Com base nos resultados obtidos, sugere-se a realização de novos estudos para com amostras mais amplas e diversas de forma que os resultados possam ser generalizados para a população brasileira. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Competence has been pointed as a competitive factor for people as much as for the organizations. The studies about competence are growing in the academic environment, although there’s no agreement about its concept, ways of classification or measurement. Even though there are evidences about the importance of personal competences for work, there are no instruments to evaluate them. The lack of empiric studies and instruments to gauge personal competences motivated this work. Its objective was to build and validate a measurement instrument to evaluate personal competences for work. To achieve this goal, two studies were made. The first one, aimed to create an instrument called Work Inventory for Personal Competences – WIPC. The state of art was researched to define the personal competences that would be evaluated and to build the items. The instrument was submitted to the semantic analysis, to judges’ analysis and to a pilot study. The second one, aimed to validate the instrument through the construct validity and the convergent validity. This study was made on a 1.729 sample of participants, and the following analyses were made: factorial exploratory, factorial confirmatory and item accuracy by the Cronbach Alfa coefficient. The convergent validation analysis was gauged by the canonical correlation between the WIPC and the personality test of P-Faces. The factorial exploratory analysis pointed to a multifactor structure composed by two independent components: Personal Competence and Lack of Orientation for Work. Factorial analyses were made, separately, for each one of the components. From that, was found a model composed by eight first order components, four second order components and two third order components. Besides that, were also found three facets of the Interpersonal Relationship component. The reliability indexes varied from 0,67 to 0,98. The factorial confirmatory analysis provided indication that the model is adequate to the empiric data. The canonical correlation analyses confirmed the convergence hypothesis between the WIPC and P-Faces. Based on the results, it suggests that new studies must be made, with more ample and varied samples, to generalize the results for the Brazilian population.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Curso de Pós-Graduação em Psicologia, 2007.
Appears in Collections:IP - Mestrado em Psicologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/6356/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.