Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/6300
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_PedroPodistaUAquino.pdf1,36 MBAdobe PDFView/Open
Title: Distribuição da taxocenose íctica em córregos de cabeceira da bacia do Alto Rio Paraná, DF
Other Titles: Structure of fish assemblage in headwaters streams at Upper Paraná River basin,Federal District, central Brazil
Authors: Aquino, Pedro De Podestà Uchôa de
Orientador(es):: Fonseca, Claudia Padovesi
Assunto:: Peixe de água doce
Endemismo
Distrito Federal (Brasil)
Issue Date: 22-Dec-2010
Citation: AQUINO, Pedro de Podestà Uchôa de. Distribuição da taxocenose íctica em córregos de cabeceira da bacia do Alto Rio Paraná, DF. 2008. 50 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: Os padrões de distribuição das comunidades biológicas aquáticas ao longo dos riachos são influenciados por diversas variáveis ambientais que operam em escalas espaciais e temporais. Buscando quantificar a contribuição dos gradientes ambientais, espaciais e temporais na estruturação da taxocenose íctica em regiões de cabeceira, o presente estudo amostrou córregos das sub-bacias do Bananal e Santa Maria/Torto na região hidrográfica do Alto Rio Paraná. Os pontos amostrados encontram-se em uma Unidade de Conservação de Proteção Integral no Distrito Federal (Parque Nacional de Brasília). Seus cursos d’água apresentam bom estado de preservação, evidenciados na integridade de suas características ambientais naturais e na manutenção dos componentes biológicos nativos. Foram coletadas 28 espécies, sendo 12 novas para a ciência. Astyanax sp. e Hyphessobrycon balbus foram as espécies com maior distribuição na área de estudo e Knodus moenkhausii apresentou a maior abundância (64,5% dos indivíduos). Trechos mais largos e com coberturas vegetais menos densas apresentaram maior número de indivíduos e espécies. Ao longo do curso d’água com o aumento do volume e complexidade dos hábitats maior foi a diversidade de peixes encontrada. Repartindo as variações para explicar a composição da taxocenose íctica, entre os gradientes (espacial, ambiental e temporal) e suas interações, foi possível observar forte influência da matriz de dados espaciais contribuindo com 67,4%. A altitude foi a variável espacial que melhor explicou a distribuição das espécies. A matriz dos dados ambientais explicou 38,9% da distribuição dos dados biológicos, sendo o componente ambiental estruturado espacialmente responsável por 31,5% dessa variação. Apesar de pronunciada sazonalidade das chuvas na região, não foi observada variação temporal na estruturação da taxocenose íctica para os córregos de cabeceira das sub-bacias estudadas. Características hidrogeológicas específicas da bacia agem localmente sobre processos de colonização, dispersão e extinção. O pequeno porte e a baixa mobilidade dos peixes isolam populações favorecendo processos de especiação. Os dados do presente trabalho mostram-se bastante valiosos como referência para a região e, assim, podem ser usados na implementação de políticas públicas com apelo a conservação de nascentes e pequenos mananciais. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Aquatic communities distribution patterns are influenced in streams by several environmental variables which operate in spatial and temporal scales. In this study, we sampled streams in the Bananal and Santa Maria/Torto sub-basins at Upper Paraná River. The aim of this study was to quantify the contribution of environmental, spatial and temporal gradients on fish assemblage structure at preserved headwaters. The sampled areas are placed at Brasília National Park (an Integral Protection Conservation Unit) in Federal District, central Brazil. Rivers and streams in this region are well preserved as view for the integrity of natural nvironmental of this area and the maintenance of native biological components. Twenty eight species of fish were collected which 12 are new to science. Astyanax sp. and Hyphessobrycon balbus showed larger distribution in the study area and Knodus moenkhausii was the most abundant (64.5% of individuals). Larger stretches with fewer canopy cover had a greater number of individuals and species. The highest diversity of fish was found along the streams with the increase of habitats volume and complexity. By partitioning the variation to explain the composition of fish assemblage among gradients (spatial, temporal and environmental) and their interactions, it was possible to verify a strong influence of the spatial data matrix, which contributed with 67.4%. Altitude was the main spatial variable for explaining the distribution of fish species. The environmental data matrix explained 38.9% of the biological data distribution, and the spatially structured environmental component was responsible for 31.5% of this distribution. Despite the pronounced rainfall seasonality in the region, temporal variation was not observed in the fish assemblage structure for headwater streams of these sub-basins. Specific hydro- geological characteristics of the basin act locally on colonization, dispersion and extinction processes. The small size and low mobility of isolate populations fishes are characteristics that work in favor of speciation processes. This study results are quite valuable as a reference for the Cerrado region, so as to further implementation of public policies that aim at conserving headwaters and small streams.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, 2008.
Appears in Collections:ECL - Mestrado em Ecologia (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/6300/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.