Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/6292
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_QuePodeFazer.pdf140,95 kBAdobe PDFView/Open
Title: O que pode fazer o psicólogo na escola?
Other Titles: What can the psychologist do in school?
Authors: Mitjáns Martínez, Albertina
Assunto:: Psicologia escolar
Escolas
Psicólogo - atuação
Issue Date: 2010
Citation: MARTÍNEZ MITJÁNS, Albertina. O que pode fazer o psicólogo na escola?. Em Aberto, Brasília, v. 23, n. 83, p. 39-56, mar. 2010. Disponível em: <http://www.rbep.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/viewFile/1634/1298>. Acesso em: 15 dez. 2010.
Abstract: Trata-se de um artigo teórico cujo objetivo é apresentar, de forma sintetizada, o amplo leque de possibilidades de atuação do psicólogo na instituição escolar. Mostra a gradual evolução das formas de atuação dos psicólogos no País, em função da emergência de novas concepções teórico-epistemológicas e da sensibilização crescente dos psicólogos com as complexas demandas da educação brasileira. Evidencia as possibilidades de trabalho desses profissionais não apenas na dimensão psicoeducativa da instituição escolar, mas também na sua dimensão psicossocial. Complementando a descrição das formas de atuação do psicólogo, as quais são categorizadas em dois grandes grupos – tradicionais e emergentes –, discute o vínculo do trabalho do psicólogo escolar com o trabalho dos outros profissionais da escola, destacando a necessidade do trabalho em equipe. __________________________________________________________________________________ ABSTRACT
As a theoretical and an original article, it presents, in a summarized way, a wide range of work possibilities for the school psychologist. It shows a gradual improvement of the psychologists’ approaches in the Brazil due both to the urgency of new epistemic-theoretical ideas and to the increasing psychologists’ awareness regarding the complex educational demands in Brazilian Education. It underlines the work possibilities of these professionals not only from the psycho-educational point of view, but also from the psycho-social one. In addition, these roles – that can be divided in two major groups (the traditionalists and the groundbreakers) – discuss about the bounds between the school psychologist work and the one of other professionals in schools, underling the need for a team work.
Appears in Collections:TEF - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/6292/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.