Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/6202
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_GabriellaCristinaSilvaSantana.pdf621,09 kBAdobe PDFView/Open
Title: O programa universidade para todos : percepções de estudantes de pedagogia do Distrito Federal
Authors: Santana, Gabriella Cristina da Silva
Orientador(es):: Velloso, Jacques
Assunto:: Ensino superior
Democratização da educação
Issue Date: 17-Dec-2010
Citation: SANTANA, Gabriella Cristina da Silva. O programa universidade para todos: percepções de estudantes de pedagogia do Distrito Federal. 2009. 136 f. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Abstract: A demanda por uma formação em nível superior cresceu nos últimos anos no Brasil, assim como em vários países do mundo. Em 2004, o governo federal criou o Programa Universidade para Todos - ProUni, cujas preocupações principais eram regular a contrapartida social das instituições sem fins lucrativos e democratizar o acesso à universidade, mediante a oferta de bolsas de estudos a jovens de baixa renda em instituições de ensino superior privadas. O debate sobre este programa teve início antes mesmo de sua regulamentação e ocorreu principalmente entre aqueles que tinham interesses econômicos envolvidos. Considerando tal contexto, esta pesquisa teve por finalidade conhecer o que pensam outros atores diretamente envolvidos por esta política: os estudantes. Para tanto, foi realizada uma pesquisa quantitativa, complementada com algumas entrevistas, com o objetivo de captar percepções de estudantes de Pedagogia do Distrito Federal sobre o ProUni, enquanto um instrumento que pretende democratizar o acesso à educação superior. Os questionários apresentaram enunciados favoráveis e desfavoráveis ao ProUni, assim como afirmativas sobre possíveis estratégias de democratização. Mediante amostra por saturação, foram aplicados questionários em instituições particulares participantes e não participantes do programa e em uma instituição pública, totalizando quase 500 alunos. Foram comparadas as percepções de estudantes bolsistas e não bolsistas do programa e de alunos com diferentes níveis socioeconômicos, aplicando-se o teste do qui-quadrado. Em ambos os grupos, a maioria dos estudantes, em geral, mostrou-se favorável ao programa. No entanto, a discordância quanto aos enunciados favoráveis foi maior entre os alunos não bolsistas e entre aqueles de nível socioeconômico alto. Estes mesmos segmentos concordaram mais com enunciados desfavoráveis ao programa. Os dados indicaram que as duas principais variáveis independentes do estudo, a condição de ser ou não bolsista e a condição de ser ou não beneficiário potencial do programa, geralmente estão associadas a percepções mais ou menos favoráveis quanto ao ProUni. Em relação às possíveis estratégias de democratização, a quase totalidade dos estudantes concorda que governo deve investir no setor público, não devendo privilegiar o setor privado, e que a melhor forma de fazer com que jovens de baixa renda ingressem na educação superior é melhorar a educação básica pública. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The demand for higher education in Brazil has increased in the last years, as well as in many other countries around the world. This demand raise contributed to push for democratization of higher education access. In 2004, the federal government conceived the Program ProUni – Universidade para Todos (“University for All”), whose main goals were to regulate the social return of the non-profitable institutions and democratize the access to the university by offering scholarships to students from low income families in private higher education schools. The debate on ProUni started even before its legal approval and comprised mainly those who had economic interests in place. In this context, this work aimed to know the perception of other actors directly affected by this policy – the students. Thus, a quantitative poll was taken at Distrito Federal, was complemented with some interviews, with the objective to collect Pedagogy students’ thoughts about ProUni as an instrument that intends to democratize the access to higher education. The questionnaires presented favorable and unfavorable enunciations to the ProUnI, as well as affirmatives on possible strategies of democratization. Using the sample saturation method, these questionaries were submitted in private institutions that have and in others that have not joined the ProUni program and in a Public institution, totaling almost 500 students. By applying the chi-square test, perceptions from students that have and do not have ProUni scholarships and from different socio economic levels were compared. In both groups, generally, most of them were favorable for the program. However, the disagreement with favorable statements was higher among students that do not have scholarships and those from high socio economic level. The same group agreed more with statements unfavorable to ProUni. The data indicated that the two main independent variables of the study, the condition of being a student that has or does not have ProUni scholarship, and the condition of being or not being a potencial beneficiary of the program are often associated with more or less favorable perceptions about the ProUNI. Regarding possible democratization strategies, almost all students agree that government shall invest in the public sector and shall not privilege the private sector. They also agree that the best way for students from low income families to join higher education schools is to improve the public basic education.
Description: Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2009.
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/6202/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.