Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/6104
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_FinancasComportamentaisEstudo.pdf975,08 kBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMelo, Clayton Levy Lima de-
dc.contributor.authorSilva, César Augusto Tibúrcio-
dc.date.accessioned2010-12-07T12:51:12Z-
dc.date.available2010-12-07T12:51:12Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.citationMELO, Clayton Levy Lima de; SILVA, César Augusto Tibúrcio. Finanças comportamentais: um estudo da influência da faixa etária, gênero e ocupação na aversão à perda. RCO: Revista de Contabilidade e Organizações, São Paulo, v. 4, n. 8, p. 3-23, jan./abr. 2010. Disponível em: <http://www.rco.usp.br/>. Acesso em: 6 dez. 2010.en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/6104-
dc.description.abstractEste estudo tem por principal objetivo verificar se o gênero, a idade e a ocupação exercem influência no nível de aversão à perda. Os resultados obtidos baseiam-se em dados coletados por meio de questionários aplicados a 516 profissionais e estudantes da área contábil. Os problemas utilizados baseiam-se no questionário desenvolvido por Kahneman e Tversky em 1979. No Estudo I – Análise de Estudantes e Profissionais x Gênero, o objetivo foi verificar se o gênero influencia o nível de aversão à perda dos pesquisados. No Estudo II – Análise de Estudantes e Profissionais x Idade, o objetivo foi conhecer se a faixa etária influencia o nível de aversão à perda. Já o grupo denominado Estudo III – Análise Estudantes x Profissionais verificou se a ocupação dos respondentes exerce influência no nível de aversão à perda. Os resultados dos três estudos mostram indícios de influência da idade, do gênero e da ocupação no nível de aversão à perda. _______________________________________________________________________________ ABSTRACTen
dc.description.abstractThis study has as its main goal to verify if gender, age and occupation have any influence at loss aversion level. The results taken are based in collected data through questionnaire applied to 516 professionals and students in the accounting area. The problems used are based on the questionnaire developed by Kahneman and Tversky in 1979. In Study I - Analysis of Students and Professionals x Gender, the goal was to verify if the gender has any influence in their loss aversion. In Study II - Analysis of Students and Professionals x Age, the goal was to be able to know if the age range has any influence in the loss aversion. In the so-called Study III - Students Analysis versus Professionals Analysis found that the occupation of the respondents influences the level of loss aversion. The results of three studies show evidence of influence of age, gender and occupation the level of loss aversion.en
dc.language.isoPortuguêsen
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.titleFinanças comportamentais : um estudo da influência da faixa etária, gênero e ocupação na aversão à perdaen
dc.title.alternativeBehavioral finance : a study of influence of age, gender and occupation in the in the loss aversionen
dc.typeArtigoen
dc.subject.keywordAversão à perdaen
dc.subject.keywordFinanças comportamentaisen
dc.subject.keywordEfeito certezaen
Appears in Collections:CCA - Artigos publicados em periódicos

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/6104/statistics">



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons