Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/6037
Título: O comportamento de crianças durante atendimento odontológico
Título(s) alternativo(s): Child behavior during dental treatment
Autor(es): Possobon, Rosana de Fátima
Moraes, Antônio Bento Alves de
Costa Júnior, Áderson Luiz
Ambrosano, Gláucia Maria Bovi
Assunto: Crianças não-colaboradoras
Comportamento
Controle farmacológico
Estratégias de manejo
Odontologia infantil
Data de publicação: 2003
Citação: POSSOBON, Rosana de Fátima. O comportamento de crianças durante atendimento odontológico. Psic.: Teor. e Pesq. [online], v.19, n.1, p.59-64, 2003. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ptp/v19n1/a08v19n1.pdf>. Acesso em: 29 nov. 2010. doi: 10.1590/S0102-37722003000100008.
Resumo: Este trabalho avaliou o comportamento de 6 crianças com história de não - colaboração durante tratamento odontológico, que passaram por 5 sessões odontológicas, nas quais empregou-se o placebo ou o diazepam de maneira duplo - cega, além de estratégias psicológicas de manejo do comportamento (distração, explicação, reforçamento e estabelecimento de regras). As sessões foram filmadas em vídeo – tape, com marcas sonoras a cada 15 segundos, indicativas dos momentos em que os comportamentos emitidos pelos participantes (choro, movimentos de corpo e/ou cabeça, fuga e esquiva) e as estratégias de manejo do comportamento seriam registrados. Os resultados mostraram que o medicamento na dose utilizada foi eficaz para controlar os comportamentos de 1 participante, sendo que os demais não permitiram a realização do tratamento e exibiram aumento crescente da resistência ao tratamento. Parece necessário que a criança seja auxiliada a enfrentar a situação de tratamento nas sessões iniciais, impedindo o aumento da resistência. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
This research intended to investigate the use of diazepam in conjunction with behavioral strategies to manage uncooperative behavior of child dental patients. The 6 participants received dental treatment during 9 sessions. Using a double-blind design, children received placebo or diazepam and at the same time were submitted to behavior management produces (distraction, explanation, reinforcement and set rule and limits). All sessions were recorded in video-tapes biped in 15 seconds intervals, in which observers recorded child's (crying, body and/or head movements, escape and avoidance) and dentist's behavior. The results indicated that diazepam, considering the used dose, was only effective with one subject. The other participants didn't permit the treatment and showed an increase in their resistance. The behavioral preparation strategies for dental treatment should have been more precisely planned in order to help the child to face the real dental treatment conditions mainly in the first sessions avoiding to reinforce inappropriate behaviors.
Aparece nas coleções:PED - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_ComportamentoCriancasDuranteAtendimento.pdf104,77 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons