Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/5938
Título: Investimentos em tecnologia da informação e impactos na produtividade empresarial : uma análise empírica à luz do paradoxo da produtividade
Título(s) alternativo(s): Information technology investments and impact on the productivity of firms : an empirical analysis in light of the productivity paradox
Autor(es): Gartner, Ivan Ricardo
Zwicker, Ronaldo
Rödder, Wilhelm
Assunto: Tecnologia da informação
Investimentos - retorno
Produtividade
Função Cobb-Douglas
Empresas - finanças
Data de publicação: 2009
Citação: GARTNER, Ivan Ricardo; ZWICKER, Ronaldo; RODDER, Wilhelm. Investimentos em tecnologia da informação e impactos na produtividade empresarial : uma análise empírica à luz do paradoxo da produtividade. Revista de Administração Contemporânea [online], v. 13, n. 3, p. 391-409, 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rac/v13n3/v13n3a04.pdf>. Acesso em: 17 nov. 2010. doi: 10.1590/S1415-65552009000300004.
Resumo: Este trabalho objetivou testar a ocorrência do Paradoxo da Produtividade em uma amostra de empresas brasileiras; este Paradoxo estabelece que os acréscimos nos investimentos em tecnologia da informação não são acompanhados por acréscimos na produtividade das empresas. A partir de uma amostra de 429 observações de 98 empresas brasileiras que, no período de 2000 a 2006, faturaram cerca de US$ 856 bilhões e operaram investimentos em tecnologia da informação de US$ 12,9 bilhões, foi testado um modelo baseado na função de produção de Cobb-Douglas, que apresentou indícios de que o acréscimo neste tipo de investimento foi acompanhado de um acréscimo positivo nas receitas. O trabalho mostrou, ainda, indícios de que houve eficiência marginal nos investimentos em tecnologia da informação e de que a relação entre as receitas e o número de funcionários empregados em TI alcançou um aparente ponto de saturação. Na análise dos resultados foram identificados comportamentos distintos entre os setores analisados e nas conclusões foram apresentados exemplos de como os resultados poderiam ser aplicados no suporte ao processo decisório do planejamento de investimentos e de estratégias de negócios em tecnologia da informação. Este trabalho objetivou testar a ocorrência do Paradoxo da Produtividade em uma amostra de empresas brasileiras; este Paradoxo estabelece que os acréscimos nos investimentos em tecnologia da informação não são acompanhados por acréscimos na produtividade das empresas. A partir de uma amostra de 429 observações de 98 empresas brasileiras que, no período de 2000 a 2006, faturaram cerca de US$ 856 bilhões e operaram investimentos em tecnologia da informação de US$ 12,9 bilhões, foi testado um modelo baseado na função de produção de Cobb-Douglas, que apresentou indícios de que o acréscimo neste tipo de investimento foi acompanhado de um acréscimo positivo nas receitas. O trabalho mostrou, ainda, indícios de que houve eficiência marginal nos investimentos em tecnologia da informação e de que a relação entre as receitas e o número de funcionários empregados em TI alcançou um aparente ponto de saturação. Na análise dos resultados foram identificados comportamentos distintos entre os setores analisados e nas conclusões foram apresentados exemplos de como os resultados poderiam ser aplicados no suporte ao processo decisório do planejamento de investimentos e de estratégias de negócios em tecnologia da informação. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This study aimed to investigate the occurrence of the Productivity Paradox of information technology investments in a sample of Brazilian firms. This Paradox establishes that the increase in information technology investments is not accompanied by the increase of firms' productivity. The estimated model was based on the Cobb-Douglas production function and considered a sample of 429 observations of 98 Brazilian firms that had aggregated sales of over US$ 856 billion and had operated information technology investments around of US$ 12.9 billion during the period of 2000 to 2006. The estimated model showed evidence that changes in the information technology investments were statistically correlated with changes in productivity gains. In addition, the model showed that there was marginal efficiency in the information technology investments and that the functional relationship between production and the number of employees in information technology reached an apparent saturation point. The empirical results showed different behaviors among analyzed sectors and the findings were presented with examples of how the results could be applied to support information technology investments and business strategy processes.
Aparece nas coleções:PPGA - Artigos publicados em periódicos
CEFTRU - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_InvestimentosTecnologiaInformacao.pdf243,89 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons