Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/5782
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_ThaisDeMouraCipriano.pdf1,25 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Silenciamento mediado por RNA interferente do gene sbe1 que codifica para a enzima de ramificação do amido I (SBE I) em milho (Zea mays L.)
Autor(es): Cipriano, Thaís de Moura
Orientador(es): Aragão, Francisco José Lima
Assunto: Milho
Milho - genética
Botânica
Data de publicação: 27-Out-2010
Referência: CIPRIANO, Thaís de Moura. Silenciamento mediado por RNA interferente do gene sbe1 que codifica para a enzima de ramificação do amido I (SBE I) em milho (Zea mays L.). 2008. 95 f., il. Dissertação (Mestrado em Botânica)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Resumo: O milho é uma cultura de grande importância econômica mundial. O amido contido em seus grãos é altamente utilizado na nutrição humana, animal e na indústria. O amido é composto de dois tipos de polímeros de glicose estruturalmente diferentes, a amilose constituída por cadeia linear, conectadas por ligações glicosílicas α-1,4 e a amilopectina com cadeia ramificada conectadas por ligações glicosílicas α-1,4 e por pontos de ramificação α-1,6. A enzima de ramificação do amido (Starch-Braching Enzyme - SBE) catalisa a formação de ligações glicosílicas α-1,6, formando a estrutura da amilopectina. Em milho foram identificadas três isoformas da enzima de ramificação, a SBE I, SBE IIa e SBE IIb. O objetivo principal deste trabalho foi estudar o efeito do silenciamento do gene sbe1 que codifica para a enzima de ramificação do amido I (SBE I) em milho e monitorar as possíveis alterações na ausência da expressão do gene no amido da semente. Para o silenciamento do gene sbe1 foi construído um vetor de RNA interferente, que contém o gene bar como marcador de seleção. O plasmídeo foi utilizado na transformação genética de calos embriogênicos de milho via biobalística. Trinta plantas de milho geneticamente modificadas (R0) foram geradas e caracterizadas. A ausência do gene sbe1 alterou o fenótipo dos grãos de milho produzidos pelas plantas transgênicas deixando-os enrugados. A análise protéica demonstrou que houve o silenciamento parcial do gene sbe1 no endosperma transgênico. As sementes de milho geneticamente modificadas demonstraram aumento da quantidade de glicose. _____________________________________________________________________________ ABSTRACT
Maize is a very important world-wide economic crop. The starch contained in its grains is highly used in human nutrition, animal feeding and fuel industry. Starch is composed of two types of structurally different glucose polymers: amylose, constituted by linear chain, hardwired for glucosidic linkage α-1,4; and amylopectin with glucosidic linkage α-1,4 and branchpoints α-1,6 ramified chains. The starch branching enzyme (SBE) catalyzes the formation of glucosidic linkage α-1,6, confering the amylopectin final structure. Three isoforms of the starch branching enzyme have been identified in maize: SBE I, SBE IIa and SBE IIb. The main objective of this work was to study the effect of starch branching enzyme I gene (sbe1) silencing and to monitor the possible alterations in the absence of the expression of the gene in the seeds. For inactivation of sbe1 gene a RNA interfering vector containing the selection marker bar gene was constructed. The vector was used to transform embryonic calli of maize via biobalistic method. Thirty maize transgenic lines (R0) were generated and characterized. The sbe1 silencing contributed to modify grains phenotype, resulting in wrinkled seeds in transgenic plants. The analysis of protein accumulation levels in different transgenic tissues demonstrated that SBE I was found in lower levels in transgenic endosperm when compared to the same tissue in non-transgenic plants, suggesting that target gene inactivation was carried out partial and efficiently in endosperm cells. In an analogous way seed glucose content was increased in most of transgenic maize lines.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, 2008.
Aparece nas coleções:BOT - Mestrado em Botânica (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.