Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/5638
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007_MavianeVieiraMachadoRibeiro.pdf718,62 kBAdobe PDFView/Open
Title: Diferenciação ou alienação? O engodo da loucura : uma leitura da transmissão psíquica entre gerações no caso Schreber
Authors: Ribeiro, Maviane Vieira Machado
Orientador(es):: Costa, Ileno Izídio da
Assunto:: Psicanálise
Psicoses
Psicologia - família
Issue Date: 2007
Citation: RIBEIRO, Maviane Vieira Machado. Diferenciação ou alienação? O engodo da loucura: uma leitura da transmissão psíquica entre gerações no caso Schreber. 2007. 127 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Abstract: O presente estudo trata do contexto da transmissão psíquica entre gerações, no âmbito da psicanálise, associada à psicose no que se refere ao clássico caso Schreber. Trazemos a raiz do tema em Freud, trabalhado com a noção de totem e tabu como conteúdos transmitidos de geração em geração; de narcisismo concernente a uma das bases do que vem a constituir o sujeito; formação grupal como referência à família e ideal do ego em paralelo com o ideal familiar. Em autores atuais, o conceito de contrato narcísico realizado entre cada novo membro e sua família serve de fundamento para a transmissão do mito familiar. Esse por sua vez, se de natureza inflexível, promove o fenômeno da telescopagem das gerações em que o tempo e o espaço entre as gerações permanecem indiferenciados. Nesse sentido, mediante o contar da história de Schreber em associação ao seu sistema delirante, observamos como a morte e a sexualidade mostram-se como objetos-tabu congelados, dentro de um sistema familiar regido por um mito familiar rígido que toma o lugar de ideal do ego para seus membros. A telescopagem das gerações pode ser observada na identificação alienante a que os membros encontram-se assujeitados. A Schreber parece ter restado a loucura como possibilidade de resolução de um conflito que, em seu cerne, encontra a ambigüidade entre diferenciar-se ou alienar-se da identidade familiar. Se a entrada na loucura poderia propiciar a Schreber sua diferenciação, ela se transforma em um verdadeiro engodo por, na verdade, aprisioná-lo na alienação. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The present study deals with the context of the psychic transmission between generations, in the scope of the psychoanalysis, approached to the psychosis as for the classic Schreber case. We bring the root of the subject in Freud worked with the notion of totem and taboo as transmitted contents of generation in generation, of narcissism related to one of the bases of what it comes to constitute the subject, group formation as reference to the family and of the ego ideal in parallel with the familiar ideal. In current authors, the narcisist contract concept carried through between each new member and its family serves footing for transmission of the familiar myth. This in turn, if of inflexible nature, promotes the phenomenon of the telescoping of the generations where the time and the space between the generations remain indistinguisheds. In this direction, by means of counting of the history of Schreber in association to its delirious system, we observe as the death and the sexuality reveals as frozen taboo-objects, inside of a familiar system conducted by a rigid familiar myth that takes the place of the ego ideal for its members. The telescoping of the generations can be observed in the alienator identification the one that the members meet subjects. To Schreber seems to have remained madness as possibility of resolution of a conflict that in its essence finds the ambiguity between differentiate or alienate himself of the familiar identity. If the entrance in madness could give to Schreber the possibility of his differentiation, if it transforms into a true decoy for, in the truth, to imprison him in the alienation.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura , 2007.
Appears in Collections:PCL - Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/5638/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.