RIUnB >
FAC - Faculdade de Comunicação >
FAC - Programa de Pós-graduação >
FAC - Mestrado em Comunicação (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10482/5468

Files in This Item:

File Description SizeFormat
2009_JonasChagasLucioValente.pdf1,03 MBAdobe PDFView/Open

Title: TV pública no Brasil : a criação da TV Brasil e sua inserção no modo de regulação setorial da televisão brasileira
Authors: Valente, Jonas Chagas Lúcio
Advisor: Bolaño, César Ricardo Siqueira
Keywords: Televisão pública
Issue Date: 2009
2009
Submit Date: 2009
2009
Citation: VALENTE, Jonas Chagas Lúcio. TV pública no Brasil: a criação da TV Brasil e sua inserção no modo de regulação setorial da televisão brasileira. 2009. vi, 206 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Abstract: O presente trabalho investiga a TV Pública no Brasil, estabelecendo como objeto específico de análise a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e, dentro dela, a TV Brasil. Definimos esta modalidade de emissoras de televisão como Aparelhos Midiáticos Públicos, caracterizados por uma “dupla personalidade”: são aparelhos do Estado capitalista mas, ao mesmo tempo, atuam em concorrência na Indústria Cultural. No Brasil, o desenvolvimento destas emissoras foi marcado por uma condição de “complementaridade marginal”. Ao longo desta evolução, o governo federal oscilou entre duas tendências: a de coordenar as ações das emissoras educativas estaduais e a de manter um aparato próprio centralizado. A criação da EBC e de seu principal veículo, a TV Brasil, marcam a retomada de um projeto de TV Pública que responde à tendência de operação de um aparato centralizado experimentado anteriormente na figura da Radiobrás e absorve a lógica de rede patrocinada tendo como vértice a TVE do Rio de Janeiro. Esta experiência representa um novo momento na TV Pública brasileira, com um projeto de cunho nacionalizante e com intenções de constituir um espaço mais equilibrado, embora não assumidamente contra-hegemônico. Ela desafia a complementaridade marginal da TV Pública no Brasil, mas permanece limitada por esta condição no que tange às possibilidades de inserção na concorrência com as redes nacionais de televisão.
Additional Information: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília,Faculdade de Comunicação, 1988.
Appears in Collections:FAC - Mestrado em Comunicação (Dissertações)

Items in Repository are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
About Repository  |  FAQ  |  Statistics |  Authorization Term
Copyright © 2008 MIT & HP. All rights reserved.