Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/5459
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1994_AntonioCarlosLessa.pdf327,43 kBAdobe PDFView/Open
Title: Brasil, Estados Unidos e Europa ocidental no contexto do nacional-desenvolvimentismo : estratégias de diversificação de parcerias (1974 - 1979)
Authors: Lessa, Antônio Carlos
Orientador(es):: Cervo, Amado Luiz
Assunto:: Relações internacionais - Brasil - Estados Unidos
Política internacional
Issue Date: 13-Sep-2010
Citation: LESSA, Antônio Carlos. Brasil, Estados Unidos e Europa ocidental no contexto do nacional-desenvolvimentismo: estratégias de diversificação de parcerias(1974 - 1979). 1994. 112 f. Dissertação (Mestrado em História)-Universidade de Brasília, Brasília, 1994.
Abstract: Este estudo tem por objetivo fornecer uma avaliação de um dos principaís motores da Política Externa implementada no governo do Presidente Ernesto Geisel (1974 -1979), qual seja, a estratégia de diversificação de vínculos externos. Uma eficiente leitura do cenário internacional que emergia no início da década de 1970, caracterizado pela crise energética, pelo processo de distensão no plano politico-estratégico entre as superpotências e pela configuração multipolar do poder mundial, permitiu aos formuladores da Política Exterior Brasileira a adoção de uma fórmula que aproveitasse a flexibilidade conjuntural para agir no sentido de minimizar sua vulnerabilidade externa e maximizar suas margens de autonomia, com vistas a uma inserção mais autônoma e criativa no sistema internacional. Neste contexto, o estudo parte da medida de deterioração das relações Brasil - Estados Unidos, um processo que se desenvolve há anos, para avaliar o que se convencionou chamar à época como Vertente Européia do Pragmatismo Responsável, primeira reação â perde de qualidade das relações brasileiro-americanas e paradigma da estratégia adotada no âmbito da Política Exterior de se obter uma maior diversificação das parcerias externas, tanto no que toca aos fluxos de comércio quanto à construção de relações bilaterais mais igualitárias, pautadas por linhas de cooperação econômica, científica e tecnológica. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The purpose of this study is to provide a general outline of one of the main Foreign Policy implemented during President Ernesto Geisel government (1974 - 1979), which is, the strategy of diversification of external bonds. An adequate knowledge of the international scenery arising in the beginning of the 1970's, caracterized by the enrgy crisis, by the detente process in the Polítical-strategic plan among the superpowers and by the multipolarized aspecto of the world power, allowed the decision makers of the Brazilian Foreign Policy to adopt a formula that took advantage of the conjuntural flexibility to proceed with a view to minimize its external vulnerability and maximize its autonomy, aiming its autonomous and creative insertion in the international system. In this context, this study begins with the deteroration of the Brazil-United States relationship - a process that is developing for years - to evaluate, what at time was called the European Slope of the Responsible Pragmatism- This was the first reaction to the loss of quality of the brazilian - american relationship and the paradigm of the strategy adopted in the ambit of the Foreign Policy to obtain a greater diversification of the foreign partnerships, both in relation to the flow of business and to built of a kind of more equalitarian bilateral relationship, based in economic, scientific and technological cooperation.
Description: Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, 1994.
Appears in Collections:HIS - Mestrado em História (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/5459/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.