Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/4445
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_ElianaElisabeteMoreiraGosendo.pdf1,33 MBAdobe PDFView/Open
Title: Clima organizacional e sua relação com configurações de poder e estilos de funcionamento organizacional
Authors: Gosendo, Eliana Elisabete Moreira
Orientador(es):: Paz, Maria das Graças Torres da
Assunto:: Comportamento organizacional
Poder - aspectos sociais
Trabalho - aspectos psicológicos
Issue Date: 2009
Citation: GOSENDO, Eliana Elisabete Moreira. Clima organizacional e sua relação com configurações de poder e estilos de funcionamento organizacional. 2009. 180 f., il.Tese (Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Abstract: Clima organizacional é um fenômeno de grande relevância, frente ao impacto que tem sobre o comportamento e o desempenho dos indivíduos no ambiente de trabalho. Contudo, a falta de consenso sobre o construto tem dificultado a evolução e generalização dos resultados das pesquisas. Com o objetivo de suprir essa lacuna, este estudo utiliza metáforas para conceituar e delimitar o construto e investiga sua relação com uma variável do nível da estrutura organizacional, configurações de poder, e outra no nível das intersubjetividades, estilos de funcionamento. No total, 393 trabalhadores de três empresas responderam à Escala de clima organizacional, construída neste estudo, à Escala de Configurações de Poder e à Escala de Funcionamento Organizacional. Os resultados demonstraram que estilos são preditores dos climas caloroso, gelado e seco e as configurações de poder são preditoras dos climas úmido, quente e frio. Limitações do estudo e perspectiva de futuras pesquisas são discutidas no texto. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The organizational climate is a phenomenon of much relevance in view of the impact it has on the behavior and performance of the individuals in the work environment. However, the lack of consensus on the constructus has made difficult the evolution and generalization of the results of researches. Aiming at filling this gap, this study uses metaphors to conceptualize and limit the constructus and investigate its relationship with a variable of the level of the organizational structure, power configurations, and other of intersubjectivities, styles of operations. In total, 393 workers from three companies replied to the Scale of organizational climate, built in this study, to the Scale of Configurations of Power and to the Scale of Organizational Operation. The results demonstrate that the styles predict the warm, cold and dry climate and the power configurations predict moist, warm and cold climate. The limitations of the study and the perspectives of future research are discussed in the text.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Social e do Trabalho, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2009.
Appears in Collections:PSTO - Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/4445/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.