Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/4240
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_SergioGaudencioPorteladeMelo.pdf405,11 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: A distribuição de recursos financeiros intraorganização : um estudo de modelos no cenário da criação dos institutos federais de educação, ciência e tecnologia
Autor(es): Melo, Sérgio Gaudêncio Portela de
Orientador(es): Kipnis, Bernardo
Assunto: Educação e Estado
Planejamento educacional
Data de publicação: 15-Abr-2010
Data de defesa: Mar-2009
Referência: MELO, Sérgio Gaudêncio Portela de. A distribuição de recursos financeiros intraorganização: um estudo de modelos no cenário da criação dos institutos federais de educação, ciência e tecnologia. 2009. 102 f. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Resumo: A criação dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia requer, por parte dos gestores, uma dinâmica diferente na condução e na partição dos recursos financeiros destinados à reitoria e a todos os campi, principalmente para aquelas instituições que foram constituídas a partir da integração de CEFET, Escolas Agrotécnicas e escolas vinculadas às universidades. Devido à imensa diversidade de características e peculiaridades dos campi, faz-se necessário um estudo sobre a forma que deverá ser adotada para a alocação de recursos orçamentários, buscando, sobretudo, uma justa distribuição que venha manter ou até otimizar a atuação dessas instituições nas diversas regiões em que se encontram. Este trabalho vem discutir as metodologias utilizadas no passado pelos CEFET para as suas unidades e pelos conselhos de dirigentes para as instituições. Com base no antigo CEFET-PE, o trabalho apresenta uma análise de como atualmente os recursos são distribuídos entre as unidades de ensino e de como poderiam ser alocados, a partir da Técnica de Grupo Nominal em que os gestores do antigo CEFET-PE e suas unidades de Recife, Ipojuca e Pesqueira e das Escolas Agrotécnicas de Barreiros, Belo Jardim e Vitória de Santo Antão, identificaram os principais indicadores que deveriam nortear o cálculo da repartição orçamentária entre os campi do Instituto Federal de Pernambuco. Apresentamos um estudo a partir das formas e políticas adotadas pelo Governo Federal para o financiamento da educação profissional no Brasil, passando pela metodologia adotada pelos conselhos de dirigentes dos antigos CEFET e escolas agrotécnicas e universidades para a distribuição de recursos orçamentários entre as instituições e chegamos aos modelos utilizados internamente para atendimento às ações dessas unidades. Por fim, realizamos simulações alicerçadas pelos resultados da pesquisa aplicada ao Grupo Nominal, que identificou, na concepção dos seus membros, os cinco indicadores mais importantes a serem considerados para a construção da matriz de distribuição dos recursos orçamentários entre os campi do Instituto Federal de Pernambuco. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The creation of the Federal Institutes of Education, Science and Technology calls for the managers, a different dynamic in the drive and the partition of resources for the rectory and all campi, especially for those institutions that were created from the integration of CEFET, Agrotechnical schools and schools linked to universities. Due to the immense diversity of characteristics and peculiarities of the campi, it is necessary a study on how that should be adopted for the allocation of budget resources, seeking, mostly, a just distribution that will maintain or even improve the performance of these institutions in various regions where they are. This paper has discussed the methodologies used in the past and this year by CEFET to their units and the board of directors for the institutions. Based on CEFET-PE, the paper presents an analysis of how current resources are distributed among the units of teaching and how they might be allocated from the Nominal Group Technique in which the managers of CEFET-PE and its units Recife, Ipojuca and Pesqueira and the Agrotechnical School of Barreiros, Belo Jardim and Vitória de Santo Antão, identified the key indicators that should guide the calculation of budget allocation among the campi of the Instituto Federal de Pernambuco. We present a study from the forms and policies adopted by the Federal Government for the funding of professional education in Brazil, through the methodology adopted by the board of directors of CEFET, universities and schools Agrotechnicals for the distribution of budget resources between institutions and the model arrived used internally for attention to the actions of those units. Finally, we performed simulations based the results of research applied to the Nominal Group, which identified, in the design of its members, the five most important indicators to be considered for the construction of the matrix of distribution of budget resources among the campi of the Instituto Federal de Pernambuco.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2009.
Aparece nas coleções:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.