Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/4223
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_FranciscoChagasRoqueMachado_.pdf611,11 kBAdobe PDFView/Open
Title: Drosofilídeos (Insecta, Diptera) da mata do Pitoco : diversidade e distribuição vertical
Authors: Roque, Francisco
Orientador(es):: Tidon, Rosana
Assunto:: Drosófila - cerrados
Ecologia
Issue Date: 15-Apr-2010
Citation: ROQUE, Francisco. Drosofilídeos (Insecta, Diptera) da mata do Pitoco: diversidade e distribuição vertical. 2009. 67 f., il. Dissertação (Mestrado em Ecologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Abstract: Nesse estudo nós avaliamos as assembléias de drosofilídeos em uma mata de galeria no Cerrado, visando avaliar a existência de padrões de agregação temporais e espaciais desses insetos, e a relação entre esses padrões e o microclima. Doze coletas mensais foram realizadas entre dezembro de 2007 e novembro de 2008 na mata do Pitoco (IBGE) próxima à cidade de Brasília, e em cada uma das 30 armadilhas foram distribuidas entre 10 transectos verticais (0m, 4m, 8m de altura), ou seja, cada transecto vertical com três armadilhas. Medidas locais de temperatura e umidade relativa foram tomadas. Nós coletamos 61 espécies de drosofilídeos representantes dos gêneros Amiota, Drosophila, Neotanygrastrella, Rhinoleucophenga, Scaptodrosophila, Zaprionus e Zygothryca, e de dois táxons cuja identificação não foi possível nos gêneros citados. Além do mais, sete novas ocorrências foram registradas: Amiota filipes para a região Neotropical, Drosophila neorepleta para a América do Sul, e D. coffeata, D. prosimilis, D. pseudosaltans, D. saltans, e Rhinoleucophenga brasiliens para o bioma Cerrado. A riqueza e abundância dos drosofilídeos variaram ao longo do tempo, das áreas (rio, transição e borda) e alturas (0m, 4m, 8m) da mata. A riqueza foi maior em abril, na transição e borda, a 8m de altura. A abundância de drosofilídeos neotropicais foi maior em abril, na área de transição ao nível do solo, e a de espécies exóticas em meses típicos da seca, a 8m de altura de todas as áreas, principalmente da borda. O microclima da área variou no tempo e espaço, contudo nao explicou as variações na riqueza e abundância das moscas. A alta riqueza de espécies registradas provavelmente reflete a complexidade ambiental apresentada por matas de galerias. Os padrões temporais e espaciais da distribuição vertical apresentados nesse estudo provavelmente refletem adaptações à complexidade ambiental da mata do Pitoco. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
We evaluated the drosophilid assemblages in a gallery forest in the Cerrado, to evaluate the existence of temporal and spatial aggregation patterns of these insects and their relationship with microclimate. We performed twelve monthly collections between December 2007 and November 2008 in the Pitoco gallery forest (IBGE), near to Brasilia, and in each collection 30 traps were distributed among 10 vertical transects (0m, 4m and 8m height), that is, each vertical transect with three traps. We also measured the local temperature and relative humidity. We collected 61 drosophilid species of the genera Amiota, Drosophila, eotanygrastrella, Rhinoleucophenga, Scaptodrosophila, Zaprionus and Zygothryca, and of two taxa whose identification was not possible in the mentioned genera. Moreover, we recorded seven new occurrences: Amiota filipes for the Neotropical region, Drosophila neorepleta for South America, and D. coffeata, D. prosimilis, D. pseudosaltans, D. saltans and Rhinoleucophenga brasiliensis for the Cerrado biome. The richness and abundance of drosophilids varied throughout time, areas (river, transition and edge) and heights (0m, 4m and 8m) of the forest. The richness was higher in April, at the transition and edge areas, at 8m height. The abundance of the neotropical drosophilids was higher in April, at the transition area at the ground level, and exotic drosophilids were more abundant in dry months, at 8m height of all the areas, mainly at the edge. The microclimate of the area varied throughout time and space; however it did not explain the variations in the richness and abundance of the flies. The high species richness recorded here probably reflects the environmental complexity presented by gallery forests. The vertical distribution patterns throughout time and space presented here certainly reflect adaptations to the environmental complexity of the Pitoco gallery forest.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2009.
Appears in Collections:ECL - Mestrado em Ecologia (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/4223/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.