Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/3710
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006_Aldo Pereira Neto.pdf3,71 MBAdobe PDFView/Open
Title: Pressão intra-selar média, cefaléia, qualidade de vida e prolactina sérica : estudo prospectivo em 25 pacientes operados consecutivamente no Hospital Universitário de Brasília (DF)
Authors: Pereira Neto, Aldo
Orientador(es):: Mello, Paulo Andrade de
Assunto:: Cefaléia
Qualidade de vida
Distrito Federal (Brasil)
Issue Date: 2006
Citation: PEREIRA NETO, Aldo. Pressão intra-selar média, cefaléia, qualidade de vida e prolactina sérica: estudo prospectivo em 25 pacientes operados consecutivamente no Hospital Universitário de Brasília (DF). 2006. 181 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2006.
Abstract: A técnica da medida da pressão intra-selar (PIS) abriu, recentemente, uma nova linha de pesquisa em neuro-endocrinologia. A tentativa de correlacionar os valores da PIS com variáveis importantes como a presença de hipopituitarismo e a hiperprolactinemia dominou os primeiros trabalhos. O objetivo deste trabalho foi aferir os valores absolutos da PIS e calcular a pressão intra-selar média em uma população de 25 pacientes operados consecutivamente no Hospital Universitário de Brasília (DF). Estes dados foram correlacionados com o nível sérico de prolactina, número de quadrantes visuais comprometidos, área do tumor, nível de qualidade de vida (mensurado pela escala RAND SF-36, total e grupos mental e físico) além da presença e da intensidade da cefaléia (mensurada pela escala HIT-6). Nenhuma dessas relações mostrou-se estatisticamente significante. Os valores de p foram de 0,887; 0,137; 0,892; 0,812 e 0,884; respectivamente. A relação entre a PIM e os grupos mental e físico do RAND SF-36 também não foi significante, com p=0,749 e 0,770 respectivamente. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The technique of measuring the intrasellar pressure (ISP) opened, recently, a new line of research in neuro-endocrinology. The attempt to correlate the values of the ISP with important data such as the presence of hypopituitarism and the hyperprolactinaemia dominated the first works. The purpose of this work was to survey the absolute values of the ISP and to calculate the mean ISP (MIP) in a population of 25 patients operated on consecutively in the Hospital Universitário de Brasilia (DF). These data were correlated with the serum prolactin levels, degree of visual field defects, tumor size, level of quality of life (measured by the RAND SF-36 scale, total, mental and physical levels) and presence and severity of headache (measured by the HIT-6 scale). None of these relations were statistical significant. The p values were 0,887; 0,137; 0,892; 0,812 e 0,884; respectively. The correlation between the MIP and the values of the RAND SF-36 scale (mental and physical) was not statistical significant, neither.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2006.
Appears in Collections:FS - Doutorado em Ciências da Saúde (Teses)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/3710/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.