RIUnB >
FS - Faculdade de Ciências da Saúde >
FS - Programa de Pós-graduação  >
FS - Doutorado em Ciências da Saúde (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10482/3625

Files in This Item:

File Description SizeFormat
2006_Cerise de Castro Campos.pdf719,96 kBAdobe PDFView/Open

Title: Estreptococos do grupo mutans : transmissão vertical entre crianças com Síndrome de Down e suas mães
Authors: Campos, Cerise de Castro
Advisor: Toledo, Orlando Ayrton de
Pimenta, Fabiana Cristina
Keywords: Down, Síndrome de
Microbiologia
Issue Date: 12-Feb-2010
Submit Date: 2006
Citation: CAMPOS, Cerise de Castro. Estreptococos do grupo mutans: transmissão vertical entre crianças com Síndrome de Down e suas mães. 2006. 106 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2006.
Abstract: O objetivo deste estudo foi investigar a colonização e a transmissão vertical de EGM em 16 pares mãe e filho com Síndrome de Down (SD) com idade até 12 anos. Os isolados característicos destes microrganismos foram identificados fenotipicamente e as colônias analisadas através de bacteriocinotipagem. Três pares mãe-filho albergavam EGM com o mesmo perfil de produção de bacteriocinas (Pares 1, 6 e 14). O DNA cromossomal foi digerido com enzima Hae III e analisado (Restriction Fragment Length Polymorphism analysis - RFLP) em gel de agarose pela eletroforese. Os resultados mostraram que nos três pares que compartilhavam o mesmo bacteriocinotipo de Streptococcus mutans, um par tinha os genótipos idênticos (Par 6) e em outro, similares (Par 14). Não foi possível extração de DNA do isolado da criança do Par 1. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The aim of this study was to investigate the distribution of mutans streptococci and vertical transmission in some families with a child with Down Syndrome (DS). Isolates of mutans streptococci was performed in 16 mother-infant pairs. After growth, representative colonies were comparated using bacteriocin typing and chromosomal DNA by Restriction Fragment Length Polymorphism analysis (RFLP). The DNA was digested with restriction enzyme Hae III, electrophoresed on agarose gels and the resulting patterns were compared. Analysis showed that in 3 families the mothers shared same bacteriocinotypes with their children; one harbored identical genotypes (Pair 6) and the other, similar genotypes (Pair 14).
Additional Information: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2006.
Appears in Collections:FS - Doutorado em Ciências da Saúde (Teses)

Items in Repository are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
About Repository  |  FAQ  |  Statistics |  Authorization Term
Copyright © 2008 MIT & HP. All rights reserved.