Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/3573
Título: A percepção discente da violência escolar : um estudo comparado (tipo de escola, ambiente social e estilo de vida)
Autor(es): Santos, Leandro Gabriel dos
Assunto: Escolas - jovens
Violência escolar
Data de publicação: Mai-2007
Data de defesa: Mai-2007
Referência: SANTOS, Leandro Gabriel dos. A percepção discente da violência escolar: um estudo comparado (tipo de escola, ambiente social e estilo de vida). 2007. 138 f. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasíia, 2007.
Resumo: A violência torna-se, cada vez mais, um fenômeno preocupante para a sociedade brasileira. A partir do momento que este fenômeno se manifesta nas escolas, é necessário um estudo em particular, pois, de um ambiente criado para a construção da cidadania, da autonomia e do conhecimento, torna-se um espaço não socializador, que amedronta a comunidade em geral e cria um ambiente de medo e angústia coletiva. O presente trabalho objetiva captar a percepção da violência entre jovens estudantes, com ênfase em três variáveis-chaves (tipo de escola, ambiente sócio-econômico da escola e estilo de vida do jovem). Busca-se responder algumas questões e identificar determinados aspectos, dentre eles os tipos e intensidade da violência percebida pelos alunos pesquisados, as causas atribuídas pelos alunos à violência escolar e os principais determinantes da violência percebida pelos alunos, considerando variáveis como escolaridade dos pais. O instrumento de coleta de dados utilizado foi o questionário. Este instrumento foi aplicado em quatro escolas do Distrito Federal, sendo duas públicas e duas particulares (categorias do tipo de escola). A variável-chave ambiente social, em conjunto com o tipo de escola, determinou a escolha das instituições em que seriam aplicados os questionários junto aos alunos do ensino médio. Tanto no Plano Piloto de Brasília, quanto na Região Administrativa de Ceilândia, foram escolhidas uma instituição pública e outra particular de ensino. A análise dos dados foi feita de forma multivariada, tendo, como variáveis principais de estudo, se o aluno foi vítima/algoz, além da escala de violência percebida. Com respeito à vitimação/envolvimento, o sexo foi a variável secundária de maior importância. Quanto à escala de violência percebida, a variável mais importante foi o tipo de escola. Dos resultados obtidos no estudo, observa-se, de uma forma geral, uma incidência um pouco mais acentuada de percepção de violência nas escolas públicas. Já o envolvimento em situações de violência é maior na escola privada do que na pública. Sobre os tipos e intensidade de violência percebida, o desrespeito aos outros, os xingamentos e as pichações destacaram-se como os principais tipos de agressão na escola. Observa-se, com isso, uma forte presença do bullying nas escolas estudadas. A falta de orientação familiar foi apontada pelos alunos das duas redes de ensino como sendo a principal causa da violência nas escolas. Observam-se graus de sensibilidade diferenciados, quanto ao fenômeno da violência entre os alunos das duas redes de ensino. Pode-se afirmar, no presente estudo, que existe diferença na percepção dos alunos da rede pública e privada quanto ao fenômeno da violência no interior das escolas. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Nowadays, violence has become worrying to Brazilian Society. From now on this phenomenon shows up in schools, it´s necessary to develop a particular study, because a place based on citizenship, autonomy and knowledge, turns up to be a non sociable place that threats all the community causing an environment of fear and anguish. The objective of this work is to attract attention towards violence among young students with emphasis in three main situations (kind of school, social and economical environment of the school and the student´s way of life).Searching the response for some questions and identify certain aspects, among all kind and intensity of violence realized by students that participated of the research, students demonstrated that the main cause to violence at school regards their parents level of education. The capture of informations to this work was made by questionnaire, applied in four schools of the Federal District, two public schools and two private schools. Social environment variable, with the kind of school, hás determinated the choice of the institutions where the questionnaires were applied to high school students. In Plano Piloto and at Ceilândia private and public institutions of education have been chosen. Analysis has been made in various ways, having on focus students that could have been a victim/guilty, beyond the violence scale noticed. Respecting the casualty and involvement, sex was the second motive with higher importance. Related to scale of violence the kind of school has been the main point observed. The study result realized in a general point of view, a stronger level of violence in public schools. Although students get more involved in violent situations is in private schools. The intensity of violence, disrespectful against others, takes place as the main kinds of school’s aggression. One might observe a strong action of bullying in the studied schools. Students in private and public schools noticed that the lack of family orientation might be the mains cause of violence at schools. Students from the two kinds of school have related different levels of sensibility concerning violence. The statement of this research, confirms that there is a different perception from part of private and public schools concerning violence indoors.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2007.
Aparece nas coleções:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_LeandroGabrieldosSantos.pdf673,64 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.