Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35541
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_LetíciaAlvesGomes.pdf2,38 MBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação da atividade antiamiloidogênica de peptídeos isolados da peçonha de vespas sociais em um modelo murino da doença de Alzheimer
Authors: Gomes, Letícia Alves
Orientador(es):: Mortari, Márcia Renata
Assunto:: Alzheimer, Doença de
Anti amiloidogênico
Neuroinflamações
Neurodegeneração
Peptídeos
Issue Date: 10-Oct-2019
Citation: GOMES, Letícia Alves. Avaliação da atividade antiamiloidogênica de peptídeos isolados da peçonha de vespas sociais em um modelo murino da doença de Alzheimer. 2019. 80 f., il. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Os avanços na medicina possibilitam, cada vez mais, a longevidade da população mundial. Porém, o aumento no número de pessoas idosas traz como consequência diversos problemas de saúde comuns nessa faixa etária. A principal teoria que explica o surgimento da doença de Alzheimer (DA) é o acúmulo de um peptídeo chamado β-amiloide (βA). O acúmulo deste peptídeo no espaço extracelular forma um composto insolúvel que inicia uma cascata de eventos neuroinflamatórios, com ativação da micróglia e astrócitos, culminando na perda de neurônios e extensos déficits nas funções executivas. Atualmente, não está disponível para a terapia um fármaco que consiga reverter ou mesmo impedir a progressão da DA. Por isso, são importantes as pesquisas para o desenvolvimento de novos fármacos focadas nesta área. Este trabalho busca avaliar a ação de anti agregação dos peptídeos sintéticos fraternina-10 e octovespina em um modelo murino da DA, induzida pela agregação do peptídeo βA. Para o modelo experimental, os animais foram divididos em sham, doentes e tratados por uma semana com a fraternina-10 (três doses) ou com a octovespina (uma dose), todos administrados via subcutânea. Para a avaliação de déficits cognitivos, os indivíduos foram desafiados em três ensaios comportamentais: campo aberto (CA), reconhecimento de objeto novo (RON) e o labirinto aquático de Morris (LAM), que avaliam o comportamento espontâneo, a memória de curto e de médio prazo. Após os ensaios comportamentais, os cérebros dos animais foram marcados com Tioflavina T e DAPI para a quantificação dos agregados de βA. As administrações de ambos os peptídeos resultaram em uma melhora cognitiva dos animais. O CA mostrou que o tratamento não causou comprometimento motor nos animais. Já o RON mostrou que os animais tratados com a dose de 12mg/kg de fraternina-10 e com a octovespina tiveram uma melhora significativa quando comparados ao grupo doente. Porém, essa melhora não se manteve durante todos os dias dos ensaios comportamentais. Uma possível explicação é que os peptídeos devem ter sido degradados pelo corpo dos animais e, ao final de 144 horas sem receber tratamento, a biodisponibilidade dos peptídeos já não era suficiente e os sinais da DA reestabelecidos. Apesar disso, as análises histológicas mostraram que houve uma pequena redução no número de agregados de βA tratados com 12 mg/kg de fraternina-10 e 4mg/kg de octovespina.
Abstract: Advances in medicine make possible to increase the longevity of the world's population. However, the increase in the number of elderly people results in several common health problems in this age group. The main theory that explains the emergence of AD is the accumulation of a peptide called β-amyloid. The accumulation of this peptide in the extracellular space forms an insoluble compound that initiates a cascade of neuroinflammatory events, with activation of the microglia and astrocytes, resulting in the loss of neurons and extensive deficits in the executive functions. Currently, a drug that reverses or even prevents the progression of AD is not available for therapy. Therefore, there are important research for the development of new drugs focused in this area. To this end, the researchers look for compounds that have affinity in the central nervous system, like peptides found in the venom of arthropods. These animals have been used as a source of new drugs for many years, now being purified and having their functions better defined. The aim of this work is to evaluate the anti-aggregation action of synthetic peptides fraternina-10 and octovespina in a murine model of AD, induced by the aggregation of the βA peptide. For the experimental model, the animals were divided into sham, βA and treated for one week with a fraternina-10 (three doses) or with octovespina, all administered subcutaneously. In the evaluation of cognitive deficit, subjects were challenged in three important behaviors tests: open field (OF), new object recognition (NOR) and the Morris water maze (MWM), which assess spontaneous behavior, short and medium term memory. After the behavioral assays, the animals' brains were labeled with Thioflavin T and DAPI for a quantification of the aggregates of βA. The administrations of both peptides resulted in better cognition of the animals. OF showed that the treatment did not cause motor impairment in animals. NOR, however, showed that animals treated with the 12 mg / kg dose of fraternina-10 and octovespina had a significant improvement when compared to the sick group. However, this improvement did not last for all the days of the behavioral tests. One possible explanation is that the peptides must have been degraded by the animals' bodies and, at the end of 144 hours without treatment, the bioavailability of the peptides was not enough and the AD signs reestablished. Despite this, histological analyzes showed that there was a small reduction in the number of Aβ aggregates treated with 12 mg / kg of fraternina-10 and 4 mg / kg of octovespina.
Description: Dissertação (mestrado)—Fundação Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:IB - Mestrado em Biologia Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35541/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.