Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35481
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_AnaGabrielaCostaNormando.pdf4,07 MBAdobe PDFView/Open
Title: Mucosite oral : modelo ‘In Vitro’ e revisão sistemática de tratamento com inibidores naturais de mTOR
Authors: Normando, Ana Gabriela Costa
Orientador(es):: Guerra, Eliete Neves da Silva
Coorientador(es):: Lima, Caroline Lourenço de
Assunto:: Mucosite oral
Mucosite oral - tratamento
Citocinas
Modelo in vitro
Issue Date: 27-Sep-2019
Citation: NORMANDO, Ana Gabriela Costa. Mucosite oral: modelo ‘In Vitro’ e revisão sistemática de tratamento com inibidores naturais de Mtor. 2019. 98 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: A mucosite oral (MO) é um dos efeitos adversos mais comuns das atuais terapias antineoplásicas. Sua fisiopatologia é complexa, envolvendo interações dinâmicas de todos os tipos celulares que compõem o epitélio e o tecido conjuntivo subjacente. Atualmente existem estratégias eficazes para prevenção e tratamento da mucosite, embora não exista um protocolo padrão de tratamento da condição. Diversas terapias continuam em desenvolvimento e produtos naturais com menos efeitos adversos e mais acessíveis são potenciais estratégias terapêuticas. Diante disso, para melhor compreender a etiopatogenia da MO e possíveis alvos terapêuticos, o presente trabalho foi dividido em 2 estudos, apresentados, cada um, na forma de manuscritos. O primeiro teve como objetivo estabelecer um modelo in vitro de MO a partir de cultura primária de fibroblastos gengivais tratados com radiação ionizante, lipopolissacarídeo (LPS) de Escherichia coli e extrato total da bactéria Porphyromonas gingivalis (Pg). Foi demonstrado que 12 Gray (Gy) de radiação induziu maior expressão de IL-1b, IL-6, TNF-a e NF-kB após 6h, quando comparado a células não irradiadas, e tratamento com 5μg/mL de extrato proteico de Pg também gerou maior expressão de todas as citocinas pró-inflamatórias após 6h. A associação dos dois estímulos resultou em expressão aumentada das citocinas quando comparada a células apenas irradiadas. O segundo estudo foi uma revisão sistemática sobre os efeitos da cúrcuma e seu principal polifenol, a curcumina, um inibidor natural de mTOR, no tratamento da MO. Foi evidenciado que tanto a cúrcuma quanto a curcumina aplicadas na forma de gel ou bochecho são capazes de reduzir o grau da mucosite, dor, intensidade do eritema e tamanho da área ulcerada. Assim, esses achados apresentaram evidência científica de que a cúrcuma e a curcumina são boas alternativas naturais no controle da MO. Em conclusão, este trabalho contribui para o desenvolvimento de um modelo experimental in vitro de MO com potencial para se estudar o mecanismo de ação de novas estratégias terapêuticas, como os inibidores naturais de mTOR.
Abstract: Oral mucositis (OM) is one of the most common side effects of current antineoplastic therapies. Its physiopathology is complex, involving dynamic interactions of all cell types that comprise the epithelium and the underlying connective tissue. Currently, there are effective strategies for prevention and treatment of mucositis, although there is no standard protocol for managing the condition. Several therapies are still in development, and natural products with fewer side effects and more affordable are potential therapeutic strategies. Therefore, to better understand the pathobiology of OM and possible therapeutic targets, the present work was divided in 2 studies, presented, each, in the form of manuscripts. The first one aimed to establish an in vitro OM model from primary culture of gingival fibroblasts treated with ionizing radiation, lipopolysaccharide (LPS) of Escherichia coli and total extract of the bacterium Porphyromonas gingivalis (Pg). It was shown that 12 Gray (Gy) of radiation induced greater expression of IL-1b, IL-6, TNF-a e NF-kB after 6h, when compared to non-irradiated cells, and treatment with 5μg/ml of Porphyromonas gingivalis protein extract also generated higher expression of all proinflammatory cytokines after 6h. Association of both stimuli resulted in increased expression of citokynes when compared to cells only irradiated. The second study was a systematic review about the effects of turmeric and its main polyphenol, curcumin, a natural mTOR inhibitor, on OM management. It was evidenced that both turmeric and curcumin applied in the form of gel or mouthwash are capable of reducing mucositis grade, pain, erythema intensity and ulcerated area size, being, therefore, good natural alternatives to treat OM. In conclusion, this work contributes to the development of an in vitro experimental model of oral mucositis with potential to study the mechanism of action of new therapeutic strategies, such as natural inhibitors of mTOR.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:FS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35481/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.