Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35466
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_StellaZagattoPaterniani.pdf18,02 MBAdobe PDFView/Open
Title: São Paulo cidade negra : branquidade e afrofuturismo a partir de lutas por moradia
Authors: Paterniani, Stella Zagatto
Orientador(es):: Borges, Antonádia Monteiro
Assunto:: Relações raciais
Ontologia
Política habitacional
São Paulo (Estado)
Issue Date: 26-Sep-2019
Citation: PATERNIANI, Stella Zagatto. São Paulo cidade negra: branquidade e afrofuturismo a partir de lutas por moradia. 2019. 325 f., il. Tese (Doutorado em Antropologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Esta tese é uma contribuição para o debate sobre a branquidade na organização e formação da cidade de São Paulo, bem como na produção dos estudos urbanos paulistas, a partir do reconhecimento de que as relações sociais são racializadas. A tese foi feita a partir de minha pesquisa com movimentos de moradia; de minha atuação como pesquisadora no Observatório de Remoções; e do contato com uma literatura pós-colonial e feminista. Confronto a literatura consolidada sobre os estudos urbanos paulistas, gestada numa matriz essencialmente classista e branca, com o racismo que a ela subjaz, especialmente pela ausência do léxico racial. Apresento, no diálogo com ênfase em uma literatura antropológica recente e a partir de minha pesquisa etnográfica, a proposição de uma noção de espaço afrofuturista, a partir de uma crítica do arcabouço teórico-epistemológico da economia política da urbanização. Nos dois primeiros capítulos, apresento o argumento de que as relações sociais são racializadas, vinculado a uma breve revisão historiográfica sobre São Paulo e sobre a política habitacional e sua orientação de estabilização da casa negra: em quilombo, cortiço, vila operária, conjunto habitacional. Nos dois capítulos seguintes, apresento a contribuição sobre a noção afrofuturista de espaço e as mediações que as pessoas que lutam por um lugar para morar fazem ao se relacionar com a necropolítica estatal (ou a distopia da política habitacional), como as brincadeiras com a produção de (i)legibilidade do e perante o Estado. Concluo retomando os principais pontos de cada capítulo.
Abstract: This dissertation is a contribution to the debate on whiteness in the development and formation of the city of São Paulo, as well as in the urban studies, from the recognition that social relations are racialized. The dissertation was made from material from my research with movements that struggle for housing; my research work at the Observatory of Evictions (Observatório de Remoções); and readings on postcolonialism and feminism. I confront the establishment of the urban studies of São Paulo with the racism that underlies it, very much due to its essentially classist and white matrix, and due to the absence of the racial lexicon. I present, from my ethnographical research, the proposition of an afrofuturistic notion of space, rooted on a critique of the theoretical-epistemological framework of the political economy of urbanization. In the first two chapters, I present the argument that social relations are racialized, linked to a brief historiographic review of São Paulo and the housing policy and its orientation towards the stabilization of the black house: in quilombo (Brazilian maroon), cortiço, vila operária (working village), conjunto habitacional (housing complex). In the following two chapters, I present the contribution towards an afrofuturistic notion of space and the mediations that people that struggle for a place to live do when they relate to State necropolitics (or to the dystopia of the housing policy), such as playing with the production of (i)legibility of the State and towards it. I conclude by summing up the main points of each chapter.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:DAN - Doutorado em Antropologia (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35466/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.