Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35423
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_LíaMargaritaMartínezGarrido.pdf5,47 MBAdobe PDFView/Open
Title: Mapeamento da atividade cortical relacionada à modulação da memória emocional e funções executivas em crianças com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade
Authors: Garrido, Lía Margarita Martínez
Orientador(es):: Tavares, Maria Clotilde Henriques
Assunto:: Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH)
Atividade cortical
Eletroencefalografia
Emoções
Issue Date: 16-Sep-2019
Citation: GARRIDO, Lía Margarita Martínez. Mapeamento da atividade cortical relacionada à modulação da memória emocional e funções executivas em crianças com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade. 2019. 177 f., il. Tese (Doutorado em Biologia Animal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Crianças com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) apresentam comprometimento nas funções executivas dependentes de circuitos fronto-estriatais que, por sua vez, são um pré-requisito para o desenvolvimento adequado de uma diversidade de processos cognitivos. Além disso, apresentam também dificuldades significativas para reconhecer, compreender e expressar informação emocional. O fato das medidas de avaliação mais comuns na população com TDAH serem do tipo comportamental e, em muitos casos, subjetivas, ressalta a importância da necessidade do uso de ferramentas mais objetivas que permitam avaliar o funcionamento do cérebro, já que a maior parte da sintomatologia do transtorno está associada à disfunção cerebral. Nesse sentido, técnicas, como a eletroencefalografia (EEG) que possui alta resolução temporal, capazes de mensurar a atividade cerebral, representam possibilidades efetivas para a avaliação e o diagnóstico de crianças com TDAH, bem como uma melhor compreensão do mecanismo do funcionamento cerebral no transtorno. O presente estudo buscou investigar, por meio de testes comportamentais e EEG, o mapeamento da atividade cortical relacionada ao funcionamento executivo em crianças e adolescentes com TDAH. Para fins de comparação dos resultados obtidos para o grupo acometido pelo transtorno, um grupo de crianças e adolescentes hígidas também foi investigado. No total foram avaliados 46 participantes voluntários, dividido em um grupo de 25 crianças/adolescentes, com diagnóstico de TDAH e um grupo de 21 crianças/adolescentes controles, na faixa etária entre 7 a 14 anos. Realizou-se uma avaliação com testes neuropsicológicos associados a tarefas de memória operacional (Teste de Reconhecimento Espacial com Atraso - TREA) (com a inclusão de estímulos emocionais), controle inibitório e de flexibilidade cognitiva (Teste dos Cinco Dígitos – FDT). Os resultados comportamentais sugerem que nos participantes do grupo TDAH os acertos no TREA estão associados com menor habilidade de recordação espacial, com um possível declínio de memória que afetou a capacidade de armazenamento; inclusive para estímulos emocionais na etapa de imagens de contexto. Além disso, os tempos de reação aumentados no grupo TDAH, para a resolução da tarefa do TREA, poderiam estar associados com déficits na velocidade de processamento e com alterações atencionais. Por outro lado, no FDT, o desempenho mais baixo no grupo TDAH se apresentou nas etapas de escolha e alternância, que exigem atenção controlada e atenção alternada. Já nos resultados da atividade cortical, no TREA, o maior número de diferenças entre o grupo controle e o grupo TDAH estiveram nas bandas de frequência beta e gama, principalmente em áreas corticais que compõem o córtex pré-frontal dorsolateral, uma das estruturas cerebrais caraterística da memória operacional visuo-espacial. No que refere ao FDT, todas as bandas apontaram diferenças significativas entre os grupos, em teta e alfa com predomínio de áreas que se estendem desde a região frontal (incluídas áreas relacionadas com o controle de impulsos) até a occipital no hemisfério esquerdo, e em beta e gama com predomínio bilateral distribuído na maioria das áreas corticais. De forma geral, consegue-se identificar as características do mapeamento da atividade cortical relacionada à modulação da memória emocional e das funções executivas em crianças/adolescentes com TDAH e compará-las às características de crianças/adolescentes hígidas. O presente trabalho além de contribuir para a compreensão do fenômeno do TDAH e para o entendimento do seu funcionamento cerebral, desenvolveu um protocolo de avalição com testes ajustados e adaptados numa versão computadorizada e com estímulos acordes à população estudada, que pode ser utilizado não só em populações clínicas que acometem o funcionamento de áreas corticais relacionadas às funções executivas mas também em indivíduos hígidos.
Abstract: Children with Attention Deficit/Hyperactivity Disorder (ADHD) have impaired executive functions dependent on fronto-striateral circuits, which in turn are a prerequisite for the adequate development of a variety of cognitive processes. In addition, they also present significant difficulties in recognizing, understanding and expressing emotional information. The fact that the most common evaluation measures in the ADHD population are behavioral and, in many cases, subjective, emphasizes the importance of the need for more objective tools to evaluate the functioning of the brain, since most of the symptomatology of the disorder is associated with brain dysfunction. In this sense, techniques, such as electroencephalography (EEG) that have a high temporal resolution, capable of measuring brain activity, represent effective possibilities for the evaluation and diagnosis of children with ADHD, as well as for a better understanding of the brain functioning in the disorder. The present study sought to investigate, through behavioral and EEG tests, the mapping of cortical activity related to executive functioning in children and adolescents with ADHD. In order to compare the results obtained for the group affected by the disorder, a group of healthy children and adolescents was also investigated. A total of 46 volunteers, divided into a group of 25 children/adolescents with a diagnosis of ADHD and a group of 21 control children/adolescents, aged 7 to 14 years, were evaluated. An evaluation was made with neuropsychological tests associated with working memory (Spatial Delayed Recognition Span Task - SDRST) (with the inclusion of emotional stimuli), inhibitory control and cognitive flexibility (Five Digit Test - FDT). The behavioral results suggest that in the ADHD group the correct answers in the SDRST are associated with less capacity of spatial recall, with a possible memory decline that affected the storage capacity; including emotional stimuli in the stage of context images. In addition, the increased reaction times in the ADHD group for the resolution of the SDRST task could be associated with deficits in processing speed and with attentional changes. On the other hand, in the FDT, the lowest performance in the ADHD group presented in the stages of choice and alternation, which require controlled attention and alternating attention. In the results of the cortical activity, in the SDRST, the greatest number of differences between the control group and the ADHD group of were in the beta and gamma frequency bands, mainly in cortical areas that are part of the dorsolateral prefrontal cortex, one of the main structure of visual-spatial working memory. Concerning FDT, all frequency bands showed significant differences between the groups, in theta and alpha with predominance of areas that extend from the frontal region (including areas related to impulse control) to the occipital in the left hemisphere, and in beta and gamma with bilateral predominance distributed in most of the cortical areas. In general, it is possible to identify the characteristics of the mapping of cortical activity related to the modulation of emotional memory and executive functions in children/adolescents with ADHD and to compare them with the characteristics of healthy children/adolescents. The present work, besides contributing to the understanding of the phenomenon of ADHD and to the understanding of its cerebral functioning, has developed an evaluation protocol with adjusted and adapted tests in a computerized version and with stimuli according to the studied population, that can be used not only in clinical populations that affect the functioning of cortical areas related to executive functions but also in healthy individuals.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições:Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:IB - Doutorado em Biologia Animal (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35423/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.