Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35409
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_LidianedaConceiçãoAlves.pdf1,11 MBAdobe PDFView/Open
Title: Mulheres indígenas na pós-graduação : trajetórias e r-existências
Authors: Alves, Lidiane da Conceição
Orientador(es):: Baines, Stephen Grant
Assunto:: Mulheres indígenas
Pós-graduação
Índios - aspectos sociais
Narrativas autobiográficas
Issue Date: 9-Sep-2019
Citation: ALVES, Lidiane da Conceição. Mulheres indígenas na pós-graduação: trajetórias e r-existências. 2019. 128 f., il. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Esta dissertação analisa a relação de mulheres indígenas com a pós-graduação, considerando as apreciações, os sentimentos que experimentam no quotidiano da pós-graduação e ainda as representações que têm da escolaridade, incluindo a importância que lhes atribuem para a vida pessoal, coletiva e profissional. A presença de mulheres indígenas na pós-graduação é permeada por desafios, perspectivas e resistências cotidianas que redimensiona tanto a vida social dessas mulheres como a pesquisa e a produção de conhecimentos acadêmico nas universidades. Adotei a etnobiografia como caminho para tornar visível o lugar das mulheres indígenas e valorizar a subjetividade e o significado da experiência individual, acadêmica e coletiva dessas mulheres na academia, utilizando as narrativas biográficas como principal fonte de análise para entender os processos educacionais de mulheres indígenas na pós-graduação a partir da intersecção de gênero e etnia, a fim de entender como são afetadas nessa zona de cruzamento entre dois marcadores sociais da diferença, dialogando majoritariamente com autores e autoras indígenas e negros que escrevem a partir de perceptivas decoloniais. Conclui-se que embora, os processos educacionais de mulheres indígenas se desenvolvam em um campo assimétrico de forças, foi possível identificar eventos cotidianos de existências, resistências e de transgressões de normas coloniais hegemônicas no território acadêmico, mobilizando uma série de práticas discursivas, com as quais propõem e participam da construção de uma universidade mais diversa, provocando transformações de cunho metodológico e epistemológico, enriquecendo e transformando a universidade e a produção científica.
Abstract: This dissertation analyze the relationship of indigenous women with postgraduate studies, considering the assessments, the impressions they experience in the daily life of postgraduate programmes studies and also the representations that have of schooling including the Importance that they atributo it in personal, collective and professional life. The presence of indigenous women in postgraduate studies is permeated by challenges, perspectives and daily resistances that resizes both the social life of these women and the research and production of academic knowledge in universities. I adopted the ethnobiography as a way to make visible the place of indigenous women and to value the subjectivity and the meaning of the individual, academic and collective experiences of these women in academia, using the biographical narratives as the main source of analysis to understand the educational processes of indigenous women in post-graduation programmes from the intersection of gender and ethnicity, in order to understand how they are affected in this crossing zone between two social markers of difference, dialoguing mostly with indigenous and black authors and authori who write from in decolonial perceptives. It is concluded that although the educational processes of indigenous women develop in an asymmetric field of forces, it was possible to identify daily events of stocks, resistances and transgressions of hegemonic colonial norms in the territory academic, mobilizing a series of discursive practices, with which they propose and participate in the construction of a more diverse university, causing methodological and epistemological transformations nature, enriching and transforming the university and the Scientific production.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:DAN - Mestrado em Antropologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35409/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.