Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35347
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_RicardoAlvesdeOliveira.pdf1,14 MBAdobe PDFView/Open
Title: Apoio matricial em saúde mental na Atenção Primária do Paranoá, Distrito Federal
Authors: Oliveira, Ricardo Alves de
Orientador(es):: Lima, Maria da Glória
Assunto:: Saúde mental
Paranoá (DF)
Atenção à saúde
Profissionais da saúde
Issue Date: 22-Aug-2019
Citation: OLIVEIRA, Ricardo Alves de. Apoio matricial em saúde mental na Atenção Primária do Paranoá, Distrito Federal. 2019. 118 f. Dissertação (Mestrado Profissionalizante em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Segundo os pressupostos da Reforma da Saúde Mental, a assistência ao sofrimento psíquico deve ocorrer em uma rede de cuidados que esteja, preferencialmente, na comunidade e de base territorial. Nesta rede deve estar contemplado todo e qualquer recurso que o território disponha, seja ele de saúde ou não, incluindo a Atenção Básica. Desta forma, este estudo teve por objetivo identificar as percepções dos profissionais de saúde acerca do apoio matricial em saúde mental implementado na Unidade Básica de Saúde da Quadra 18, do Paranoá, Distrito Federal. Trata-se de uma pesquisa qualitativa descritiva exploratória, com a utilização de pesquisa bibliográfica, análise documental e aplicação de de entrevistas semi-estruturadas a dez participantes, todas profissionais de saúde de nível médio e superior que compõem o corpo funcional desta unidade básica de saúde. As entrevistas foram gravadas em áudio, com uso de roteiro de questões norteadoras, submetidas a uma análise conteúdo, de abordagem compreensiva. Os resultados emergiram questões como: acolhimento e escuta qualificada, apoio matricial e a construção de vínculos; o trabalho com a rede; a compreensão do processo de execução das ações matriciais em saúde mental e suas características sob o olhar da equipe da Estratégia de Saúde da Família; educação permanente em serviço e o apoio matricial em saúde mental e a ampliação de competências profissionais na atenção básica. Conclui-se que o apoio matricial foi um arranjo de fundamental importância na atenção aos usuários daquele território, para se contrapor a lógica de cuidado manicomial e à estigmatização, de maneira a potencializar a desistitucionalização do cuidado em saúde mental. O estudo aponta para a necessidade da implantação e implementação de agentes matriciadores originados de serviços de saúde mental dos Centros de Atenção Psicossocial para apoio às equipes de atenção básica à saúde do território de referência, articulando e compartilhando o cuidado em saúde mental em sua rede de saúde local e intersetorial.
Abstract: According to the assumptions of the Mental Health Reform, assistance to psychic suffering must occur in a care network that is preferably in the community and territo-rially based. In this network should be contemplated any and all resources that the territory has, be it health or not, including Basic Attention. Thus, this study aimed to identify the perceptions of health professionals about the matrix support in mental health implemented in the Basic Health Unit of Quadra 18, Paranoá, Federal District. This is a descriptive qualitative research exploratory, with the use of bibliographical research, documentary analysis and the application of semi-structured interviews to ten participants, all middle and upper level health professionals that make up the functional body of this basic health unit . The interviews were recorded in audio, us-ing a script of guiding questions, submitted to a content analysis, of a comprehensive approach. The results emerged as issues such as: reception and qualified listening, matrix support and link building; working with the network; the understanding of the process of execution of the matrix actions in mental health and its characteristics un-der the perspective of the Family Health Strategy team; permanent education in ser-vice and matrix support in mental health and the extension of professional compe-tences in basic care. It is concluded that the matrix support was an arrangement of fundamental importance in the attention to the users of that territory, in order to coun-teract the logic of asylum care and stigmatization, in order to potentialize the de-institutionalization of mental health care. The study points to the need for the implan-tation and implementation of mothers agents from the mental health services of the Psychosocial Care Centers to support the basic health care teams of the reference territory, articulating and sharing mental health care in their network of local and in-tersectoral health.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:DSC - Mestrado Profissionalizante em Saúde Coletiva (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35347/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.