Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35342
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_HumbertoBorges.pdf2,28 MBAdobe PDFView/Open
Title: A sintaxe do sujeito na história do Português em Goiás : evidências oitocentistas de uma língua de sujeito nulo parcial
Authors: Borges, Humberto
Orientador(es):: Naves, Rozana Reigota
Coorientador(es):: Pires, Acrísio
Assunto:: Sujeitos nulos (Gramática)
Língua portuguesa - português falado
Inversão do sujeito
Verbos
Goiás (Estado) - usos e costumes
Gramática
Issue Date: 22-Aug-2019
Citation: BORGES, Humberto. A sintaxe do sujeito na história do Português em Goiás: evidências oitocentistas de uma língua de sujeito nulo parcial. 2019. 273 f., il. Tese (Doutorado em Linguística)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Esta tese descreve as primeiras mudanças atestadas nas propriedades de sujeitos nulos no português brasileiro, analisando dados originais de manuscritos dos períodos colonial e imperial escritos em Goiás e fornece evidência empírica da perda de sujeitos nulos na gramática do português brasileiro em dados históricos do século XIX em comparação com dados do século XVIII, precedendo o período para o qual mudanças foram relatadas em relação a outras variedades do português brasileiro (cf. M. E. DUARTE, 1993 [2018], 2000). Trata, portanto, da evidência mais antiga de uma variedade do português brasileiro com propriedades de uma língua de sujeito nulo parcial. A análise do corpus, composto por textos no formato diário, mostra um aumento significativo na realização de sujeitos definidos manifestos de um século para o outro. Além disso, a livre inversão do sujeito, uma propriedade comum às línguas de sujeito nulo, cai de 51,72% no século XVIII para apenas 17,41% no século XIX, ficando restrita a verbos de natureza locativa e existencial. Tomamos isso como evidência para a hipótese de que a perda de sujeitos nulos no português brasileiro em Goiás pode estar crucialmente ligada à perda de inversão livre do sujeito, e não à perda de concordância verbal. Verificamos que um potencial empobrecimento do paradigma verbal parece não ter desempenhado um papel significativo no aumento de sujeitos manifestos: menos de 12% das orações com sujeito manifesto ou nulo no plural não exibiram concordância explícita entre o verbo e o sujeito nos dados do século XIX, e todos os casos de ausência de concordância ocorreram estritamente com verbos inacusativos ou existenciais. De acordo com a distinção tipológica de línguas de sujeito nulo consistentes e línguas de sujeito nulo parcial de Holmberg (2005, 2010a), propomos que um traço de definitude presente no núcleo funcional temporal do português setecentista em Goiás era valorado pelo movimento do verbo para esse núcleo, gerando uma língua de sujeito nulo consistente e a ordenação verbo-sujeito nas orações declarativas dessa língua. Por outro lado, argumentamos que a ausência de um traço de definitude no núcleo funcional temporal do português oitocentista em Goiás foi o responsável pela queda de sujeitos nulos constatada nessa variedade. A partir desses achados, constatamos que o português brasileiro em Goiás emergiu como uma língua de sujeito nulo parcial já na segunda metade do século XIX. Por fim, adotando a proposta teórica de Lightfoot (2017b) para a mudança sintática, que prevê descontinuidades entre as estruturas sintáticas usadas de uma geração para a outra, e os procedimentos analíticos de Thomason (2001) para estabelecer casos de mudança induzida por contato linguístico, sugerimos que a emergência da gramática do PB em Goiás pode ser vista como um resultado da situação de contato entre a língua portuguesa e línguas nigero-congolesas, especialmente o quimbundo, na América portuguesa, embora essa interpretação não seja exaustiva e estudos mais aprofundados tenham de ser desenvolvidos.
Abstract: This dissertation reports the discovery of a variety of Brazilian Portuguese with properties of a partial null subject language in the second half of the 19th century. That is, this dissertation shows the earliest attested changes in the properties of null subjects in a variety of Brazilian Portuguese. We analyze original data from colonial and imperial period manuscripts written in Goiás, a state located in Brazil’s center-west region, and provide empirical evidence of the loss of null subjects in BP grammars in historical data between the 18th and 19th century, preceding the period for which these changes have been reported regarding other varieties of Brazilian Portuguese (cf. M. E. DUARTE, 1993 [2018], 2000). The analysis of our 18th and 19th century corpus – composed of journals – shows an early significant rise in the realization of overt subjects. In addition, the verb-subject (VS) free inversion, a property common to null subject languages, drops from 51,72% in the 18th century to only 17,41% in the 19th century, being restricted to locative and existential verbs. We take this as evidence that the loss of null subjects in BP was primarily linked to the loss of free VS-inversion, and not to the loss of clausal agreement. A potential impoverishment of the verbal paradigm seems not to have played a significant role in this early rise of overt subjects: less than 12% of the clauses with a plural subject in the 19th century data did not show overt agreement between the verb and the plural subject, and all these cases occur strictly with unaccusative or existential verbs. Following a Minimalist approach to null subject languages (HOLMBERG, 2005, 2010a), we propose that a definiteness feature in Tense was valued by the verb movement to Tense in the 18th century, generating a consistent null subject language. We argue that the loss of the requirement of the definiteness feature in Tense was a initial trigger for the partial loss of null subjects and parallel loss of free inversion from the 18th to the 19th century in Goiás Brazilian Portuguese, giving then rise to a partial null subject language and generating the verb-subject order in finite declarative clauses in that language. On the other hand, we argue that the absence of the definiteness feature in Tense was the initial trigger for the loss of null subjects found in the 19th-century Brazilian Portuguese grammar in Goiás. These results provide new empirical evidence for the emergence of the Brazilian Portuguese grammar as a partial null subject language as early as the second half of the 19th century. Finally, following Lightfoot’s (2017b) framework for the analysis of syntactic change, which predicts discontinuities between the syntactic structures used by one generation and the next, and Thomason’s (2001) framework for establishing contact-induced language change, we suggest that the Brazilian Portuguese grammar in Goiás in the 19th century could be the outcome of language contact between Niger-Congo languages, especially the Kimbundu, and Portuguese in Portuguese America. However, this interpretation is not exhaustive; thus, further research on this topic is needed.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF).
Appears in Collections:LIP - Doutorado em Linguística (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35342/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.