Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35316
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_GabrielCerceauFlausino.pdf1,28 MBAdobe PDFView/Open
Title: Percepção mística e as suas objeções : uma defesa da teoria de William P. Alston
Authors: Flausino, Gabriel Cerceau
Orientador(es):: Portugal, Agnaldo Cuoco
Assunto:: Experiência religiosa
Percepção
Crenças
Issue Date: 22-Aug-2019
Citation: FLAUSINO, Gabriel Cerceau. Percepção mística e as suas objeções: uma defesa da teoria de William P. Alston. 2019. 134 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Esta dissertação analisa e discute a posição de William Payne Alston em Perceiving God: the Epistemology of Religious Experience (1991) a respeito da justificação de crenças religiosas com base no fenômeno da percepção mística. Em sua obra, Alston argumenta que uma experiência perceptiva pode servir como fonte de justificação para crenças a respeito do mundo externo. Ele defende também que alguns casos de experiências religiosas podem ser considerados um tipo de experiência perceptiva não sensorial (místicas). Portanto, se for possível falar de percepções místicas e elas puderem ser justificadas ao modo das crenças perceptuais em geral, será possível apresentar uma justificação prima facie para crenças religiosas advindas desse processo (M-crenças). Diante disso, a dissertação argumentará, por sua vez, como a teoria sobrevive as suas objeções, mostrando que certas crenças teístas, as formadas pelos processos de percepção mística, podem apresentar justificação epistêmica aceitável.
Abstract: This dissertation analyzes and discusses William Payne Alston position in Perceiving God: The Epistemology of Religious Experience (1991) regarding the justification of religious beliefs based on the phenomenon of mystical perception. In his work, Alston argues that a perceptual experience can serve as a source of justification for beliefs about the external world. He also argues that some cases of religious experience may be considered a kind of non-sensory (mystical) perceptual experience. Therefore, if it is possible to speak of mystical perceptions and they can be justified in the manner of perceptual beliefs in general, it will be possible to present a prima facie justification for religious beliefs arising from this process (M-beliefs). Thus, the dissertation will discusses, in turn, how the theory survives its objections, showing that certain theistic beliefs, those formed b
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília,Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FIL - Mestrado em Filosofia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35316/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.