Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35254
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_HelbertFerreiraLeite.pdf1,18 MBAdobe PDFView/Open
Title: Beowulf : uma interpretação analítica da individuação e da reintegração
Authors: Leite, Helbert Ferreira
Orientador(es):: Biserra, Wiliam Alves
Assunto:: Literatura anglo-saxônica
Beowulf - crítica e interpretação
Literatura - história e crítica
Issue Date: 7-Aug-2019
Citation: LEITE, Helbert Ferreira. Beowulf: uma interpretação analítica da individuação e da reintegração. 2019. 103 f., il. Dissertação (Mestrado em Literatura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: O estudo da interpretação dos símbolos demanda tempo e esforço. Contudo, nem o tempo gasto, tampouco o esforço desempenhado é em vão quando se trata da interpretação de Beowulf. Como a mais antiga obra poética escrita em anglo-saxão de que se tem registro, o poema conta a história do herói escandinavo Beowulf e suas aventuras no reino dos Danes – Dinamarca – para onde vai em socorro do rei Hrothgar e seu povo que eram assolados por uma criatura terrível por nome Grendel. Após sua vitória sobre Grendel, Beowulf se vê obrigado a confrontar a mãe de Grendel que por vingança pela morte do filho trouxe destruição e morte a Heorot – o salão de hidromel de Hrothgar. Beowulf sai mais uma vez vitorioso desse segundo confronto, e retornando à sua terra se torna rei. 50 anos de seu reinado, Beowulf, agora velho, deve lutar mais uma vez com um Dragão que agora assola seu povo. Os três confrontos de Beowulf são analisados e interpretados nesta obra à luz da psicologia de Carl G. Jung, com o propósito de determinar se esses confrontos são análogos aos estágios da individuação conforme descritos por Jung, isto é, o confronto com a Sombra, a Anima e o Self. Por semelhante modo, os confrontos de Beowulf são também interpretados à luz dos ensinamentos místico-esotéricos, com o intuito de determinar se o poema está descrevendo o que, pelas ordens iniciáticas, é chamado de reintegração.
Abstract: The study of the interpretation of symbols is one the demands time and effort. Nevertheless, neither the time spent, nor the effort put on are in vain when it comes to the interpretation of Beowulf. As the oldest poetic work written in old English on record, the poem tells the story of the Scandinavian hero Beowulf and his adventures in the kingdom of the Danes – Denmark – to where he travels to help king Hrothgar and his people who were being subjugated by a terrible creature named Grendel. After his victory over Grendel, Beowulf sees himself obligated to confront Grendel´s mother who, as vengeance for the death of her son, brings destruction and death to Heorot – Hrothgar´s mead hall. Beowulf is once again victorious in this second confrontation and returning to his own land becomes king. 50 years of his reign, Beowulf, now old, must fight one more time with a dragon that now terrorizes his people. These three confrontations of Beowulf are analysed and interpreted in the work by the light of Carl G. Jung´s psychology with the purpose of determining if they are analogous to the states of individuation as they were described by Jung, that is to say, the confrontation with the Shadow, the Anima, and the Self. Much in the same way, Beowulf´s confrontations are also interpreted by the light of mystical-esoteric teachings with the intent of determining if the poem is describing what some initiatic orders call reintegration.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, Programa de Pós-Graduação em Literatura, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:TEL - Mestrado em Literatura (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35254/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.