Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35217
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_PatríciaBastosdeVasconcellosdeMedeiros.pdf5,53 MBAdobe PDFView/Open
Title: Perfil salivar de um grupo de pré-escolares com e sem cárie severa da primeira infância
Authors: Medeiros, Patrícia Bastos de Vasconcellos de
Orientador(es):: Leal, Soraya Coelho
Coorientador(es):: Siqueira, Walter
Assunto:: Saliva
Proteômica
Cáries dentárias em crianças
Issue Date: 2-Aug-2019
Citation: MEDEIROS, Patrícia Bastos de Vasconcellos de. Perfil salivar de um grupo de pré-escolares com e sem cárie severa da primeira infância. 2019. 82 f., il. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: A Cárie Severa da Primeira Infância (s-ECC) é um problema de saúde pública de alta prevalência e que afeta milhares de crianças em idade pré-escolar em todo o mundo. Por esta razão, faz-se necessário buscar formas de diagnóstico precoce da doença e/ou de identificar biomarcadores para a mesma. Assim, os objetivos deste estudo foram comparar o perfil da saliva total estimulada (SWS) e não-estimulada (UWS) de crianças livres de cárie com o daquelas com s-ECC antes e após tratamento odontológico. Para tanto avaliou-se pré-escolares com idade entre 48 e 71 meses com dentição primária completa. Um examinador calibrado registrou a presença e a atividade de cárie de acordo com o critério Nyvad para a formação de 2 grupos: grupo 1 (G1) - 41 crianças livres de cárie e grupo 2 (G2-t0) - 41 crianças com lesões de cárie cavitadas ativas em dentina. Coletou-se saliva total estimulada e não-estimulada. As crianças do G2-t0 receberam tratamento odontológico (G2-t1) e após 2 meses a saliva destas foi novamente coletada. O fluxo salivar, a concentração de proteínas totais e os pesos moleculares destas foram determinados, bem como a detecção da histatina. A análise dos dados incluiu estatística descritiva e comparações inter e intragrupos usando os testes de Mann-Whitney e de Wilcoxon. Foram aplicados o teste t de Student, para amostras pareadas, e regressão linear. O nível de significância foi fixado em 5%. Os resultados mostraram não haver diferença estatisticamente significativa entre as médias das idades do G1 (62,86; DP = ± 5,91) e G2-t0 (61,00; DP = ± 6,70) (p = 0,562). O número médio de superfícies de lesões de cárie cavitadas em dentina no G2-t0 foi de 6,84 (± 1,32). Quanto ao fluxo salivar, o G2-t0 apresentou 7 (17,07%) e 22 crianças (53,65%) com baixas taxas de fluxo estimulado (< 0,6 mL/min) e não-estimulado (< 0,2 mL/min), respectivamente. Após tratamento (G2-t1), este número foi reduzido para 2 (4,88%) em relação à SWS e para 9 (21,95%) em relação à UWS. Diferenças estatisticamente significantes na concentração de proteínas salivar entre G1 e G2-t0 (p = 0,001) e G2-t0 e G2-t1 (p = 0,001) foram observadas, mas não entre G1 e G2-t1 (p = 0,368). Ainda, foi observada maior frequência de proteínas de baixo peso molecular e histatina intacta no G1 em comparação ao G2-t0. Os pesos moleculares das proteínas presentes na saliva de G1 e G2-t1 foram semelhantes. Concluiu-se que o perfil proteico de crianças livres de cárie apresentou um padrão diferente do das crianças com s-ECC e que a realização do tratamento odontológico foi capaz de minimizar estas diferenças. Além disso, a histatina foi mais frequentemente observada no G1 em comparação ao G2-t0 e G2-t1.
Abstract: Severe Early Childhood Caries (s-ECC) is a public health problem of high prevalence and affects thousands of pre-school children around the world. Therefore, there is a need to seek for ways to early diagnosis and/or to identify biomarkers for the disease. Thus, the aims of this study were to compare the profile of the stimulated whole-saliva (SWS) and unstimulated whole-saliva (UWS) of caries-free children from those with s-ECC before and after dental treatment. For this purpose, preschool children aged between 48 and 71 months, who presented complete primary dentition were evaluated. A calibrated examiner registered the presence and activity of dental caries according to the Nyvad criteria. Afterwards, 2 groups were formed: group 1 (G1) - 41 caries free children and group 2 (G2-t0) - 41 children presenting active cavitated dentine caries lesions. Stimulated whole-saliva (SWS) and unstimulated whole-saliva (UWS) were collected. The G2-t0 children received dental treatment (G2-t1) and 2 months after, their saliva was again collected. The salivary flow rate, total protein concentration, molecular weights, and the presence of histatin were determined. Data analysis included descriptive statistics. Intergroup and intragroup comparisons were made using Mann-Whitney and Wilcoxon's test. The Student's t-test for paired samples and linear regression were applied (α=0.05). The results showed that there was no statistically significant differences between the mean ages of G1 (62.86; SD = 5.91) and G2-t0 (61.00; SD = 6.70) (p = 0.562). The mean number of surfaces of cavitated dentin carious lesions for G2-t0 was 6.84 (± 1.32). With respect to salivary flow, the G2-t0 showed 7 (17.02%) and 22 children (53.65%) with low stimulated (<0.6 mL/min) and unstimulated (<0.2 mL/min) flow rate, respectively. After treatment (G2-t1), this number was reduced for 2 (4.88%) for SWS and 9 (21.95%) for UWS. Significantly statistical differences were observed in salivary protein concentration between G1 and G2-t0 (p = 0.001) and G2-t0 and G2-t1 (p = 0.001), but not between G1 nd G2-t1 (p = 0.368). A higher frequency of low molecular weight proteins and intact histatin was observed for G1 compared to G2-t0. The molecular weights of the proteins present in the saliva of G1 and G2-t1 were similar. It was concluded that the protein profile of caries-free children presented a different pattern from that of children with s-ECC and that these differences were minimized by the dental treatment. In addition, histatin was more frequently observed in G1 than in G2-t0 and G2-t1.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:FS - Doutorado em Ciências da Saúde (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35217/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.