Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35203
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_ElisaRamalhoSalim.pdf3,03 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorEsch, Carlos Eduardo Machado da Costa-
dc.contributor.authorSalim, Elisa Ramalho-
dc.date.accessioned2019-07-31T21:07:02Z-
dc.date.available2019-07-31T21:07:02Z-
dc.date.issued2019-07-31-
dc.date.submitted2019-03-22-
dc.identifier.citationSALIM, Elisa Ramalho. Comunicação pública e Lei Maria da Penha: as estratégias comunicativas na perspectiva do usuário. 2019. 181 f., il. Dissertação (Mestrado em Comunicação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/35203-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Expressão e Comunicação, Departamento de Comunicação, 2019.pt_BR
dc.description.abstractEsta dissertação aborda as estratégias de comunicação relacionadas à violência contra a mulher sob a perspectiva do usuário. Ela parte do questionamento sobre como as estratégias comunicacionais acerca do tema são desenvolvidas e qual a relação dessas estratégias com as necessidades de agressores e vítimas atendidos pelo Ministério Público. O objetivo geral, portanto, é entender e analisar o desenvolvimento das estratégias de comunicação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios na prevenção e interrupção da violência contra a mulher por meio da perspectiva do cidadão. Para essa compreensão, foi necessário mapear as estratégias de comunicação do MPDFT na temática, seus canais, produtos e processos produtivos; conceituar e discutir violência contra a mulher, ferramentas de prevenção e interrupção; identificar as principais necessidades comunicativas dos envolvidos no processo judicial e avaliar etapas da produção comunicativa e sua correlação com as necessidades do cidadão. A abordagem do Design Thinking permitiu a aproximação do objeto e a aplicação de diversas técnicas de pesquisa, como questionários, entrevistas, grupos focais e análise de conteúdo dos produtos comunicativos, de acordo com os variados atores abrangidos nesse estudo. Aspectos da Comunicação Pública, do Direito à Informação e da Comunicação Estratégica também ampararam a análise dos dados coletados. As conclusões desse trabalho indicam que o sistema de Justiça ainda se comunica de forma unilateral e hierarquizada com o cidadão, que os espaços para a Comunicação Pública ainda não estão consolidados nessas instituições e que a comunicação desenvolvida nessa temática ainda é limitada ao caráter instrumental, o que prejudica a expansão de seu potencial estratégico. Além disso, destaca-se que a divulgação de políticas públicas destinadas aos envolvidos neste tipo de violência carece de maior cuidado e constância, principalmente por parte do poder Executivo.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleComunicação pública e Lei Maria da Penha : as estratégias comunicativas na perspectiva do usuáriopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordComunicação públicapt_BR
dc.subject.keywordViolência contra as mulherespt_BR
dc.subject.keywordComunicação estratégicapt_BR
dc.subject.keywordMinistério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT)pt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1This dissertation focus on communication strategies related to gender based violence against women under the perspective of the user. It starts by questioning on how communication strategies on the subject are developed and the relation between these strategies and victims and agressors' needs that are guaranteed by the Public Ministry. Its main purpose therefore is to understand and analyze Federal District Public Ministy's (MPDFT) communication strategies development on preventing and interruptong violence against women by the perspective of the citizen. In order to do so, it was necessary to map MPDFT's communication strategies on the subject, its channels, products and productive process; to conceptualize and discuss violence against women, prevention and interruption tools; to identify the main communication needs of those involved in a lawsuits and evaluate steps of communication production and its relation to citizen's needs. Design Thinking's approached allowed an approximation to the purpose and the enforcement of different reseach perspectives such as questionnaires, interviews, focal groups and content analysis of the communication products according to the various actors included in this study. Public Communication aspects, as well as the Right to Information and Strategy Communication were also an analysis support to the data collected. The conclusions of the present study indicate that the Justice system still communicates in an one-sided and hierarchial way with citizens, that the spaces to public communication are still not solid in theses institutions and that communication that has been developed on the subject is still limited to an instrumental character which is a weakness to its expansion of its strategic potential. In addition, it must be highlighted that divulgation of the public policies aimed at the ones involved in these type of violence lacks care and constancy, specially by the executive branch of power.pt_BR
Appears in Collections:FAC - Mestrado em Comunicação (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35203/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.