Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35200
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_MaíraRochaSantos.pdf2,09 MBAdobe PDFView/Open
Title: Escolaridade e envelhecimento : panorama das políticas públicas e marco regulatório no Brasil - 1991 a 2011
Authors: Santos, Maíra Rocha
Orientador(es):: Gomes, Marília Miranda Forte
Coorientador(es):: Moura, Leides Barroso Azevedo
Assunto:: Idosos - condições sociais
Envelhecimento populacional
Educação
Idosos - escolarização
Issue Date: 31-Jul-2019
Citation: SANTOS, Maíra Rocha. Escolaridade e envelhecimento: panorama das políticas públicas e marco regulatório no Brasil - 1991 a 2011. 2019. 131 f., il. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: O mundo está cada vez mais envelhecido, desigual e urbano. A sociedade que antes não previa um lugar social para seus idosos, hoje, redireciona esforços elaborando políticas e organizando grupos de convivência intergeracional. Nesse contexo, essa pesquisa objetiva analisar o panorama de escolarização da pessoa idosa no Brasil para o período de 1994 a 2011, espaço temporal que registra os primeiros marcos legislativos do grupo no país. Abordagem metodológica é a mista com revisão de literatura do tipo Pesquisa Bibliométrica, por meio da Teoria do Enfoque Metaanalítico Consolidado - TEMAC, de Pesquisa Documental, a partir de análise de conteúdo de políticas essencias ao tema do envelhecimento e educação (PNE, Estatuto do Idoso e PNI), pelo uso do software Iramuteq, e de pesquisa estatística descritiva com análise dos dados do Censo Demográfico para os anos 1991 e 2010, a partir dos softwares SPSS v.22 e excel. Os resultados apontam que a escolaridade não tem expressividade quando relacionada ao envelhecimento populacional e ao contexto dos idosos. Ela aparece como proxy de saúde colocando de forma secundária o potencial dessa temática junto à pessoa idosa. Foi evidenciado, também, que o idoso não é referenciado no Plano Nacional de Educação, que reforçou apenas o protagonismo da temática junto ao grupo de jovens e adultos. Contudo, apesar desses resultados que colocam a educação numa posição de secundariedade no contexto dos idosos, o resultado da pesquisa estatística descritiva, evidencia avanços no perfil educacional dos idosos jovens e longevos analisados nas pseudocoortes de 1991 e 2010, sobretudo quando são observados os percentuais ligados à variável “Sem escolaridade” que diminuiu significativamente de uma pseudocoorte para outra. Assim, a pergunta que orienta essa dissertação: “Como se apresentam os consensos e dissensos sobre envelhecimento e educação apresentados nos marcos legais e políticos voltados para a pessoa idosa no Brasil? ” conseguiu ser respondida já que descreveu-se a presença dos dois aspectos e, mesmo com esse descompasso legislativo, a escolaridade dos idosos do censo de 2010, quando comparados ao censo de 1991 aumentou, de forma geral, sobretudo na queda dos percentuais da variável “Sem escolaridade”, ainda que a predominância da baixa escolaridade tanto para idosos jovens quanto longevos tenha sido observada. A contribuição acadêmica desse trabalho é chamar a atenção para o avanço da escolaridade dos grupos estudados ao longo das peseudocoortes analisadas, destacando, porém, a necessidade de se alinhar melhor o Plano Nacional de Educação para metas focadas especificamente na pessoa idosa como forma de conceder mais qualidade de vida e dignidade à esse indivíduo que passará mais tempo integrando, interagindo e contribuindo para o Brasil. A imagem esteriotipada do idoso, que perdeu o seu protagonismo após tantos anos de analfabetismo e preconceitos construídos pelo ageísmo, pode estar institucionalizada. Cabe estudos qualitativos para desvelar barreiras e preconceitos produzidos quando não se concebe o idoso como indivíduo que tem direito a educação. É preciso tratar a educação da pessoa idosa de forma contundente e específica no cenário atual.
Abstract: The world is increasingly aging, uneven and urban. The society that previously did not provide a social place for its elders today, redirects efforts by developing policies and organizing groups of intergenerational coexistence. In this context, this research aims to analyze the panorama of schooling of the elderly in Brazil for the period from 1994 to 2011, a time frame that records the group's first legislative milestones in the country. Methodological approach is the mixed literature review of the type Bibliometric Research, through the Meta-Analytic Approach Theory Consolidated (TEMAC), from Documentary Research, based on the analysis of content of essential policies to the theme of aging and education (PNE, Statute of the Elderly and PNI), for the use of the Iramuteq software, and for descriptive statistical research with data analysis of the Demographic Census for the years 1991 and 2010, based on SPSS software v.22 and excel. The results show that schooling is not expressive when it is related to the aging population and the context of the elderly. It appears as a health proxy by placing the potential of this issue on a secondary level with the elderly person. It was also evidenced that the elderly is not referenced in the National Education Plan, which only reinforced the protagonism of the issue with the group of young people and adults. However, despite the results that place education in a secondary position in the context of the elderly, the result of the descriptive statistical research, evidences advances in the educational profile of the elderly and young people analyzed in the pseudocortes of 1991 and 2010, especially when the connected percentages to the variable "No schooling" that decreased significantly from one pseudocoort to another. Thus, the question that guides this dissertation: "How do we present the consensus and dissent about aging and education presented in the legal and political frameworks for the elderly in Brazil? "Was able to be answered since the presence of both aspects was described and, even with this legislative mismatch, the schooling of the elderly of the 2010 census, when compared to the 1991 census, has generally increased, mainly in the fall of the percentages of the variable "No schooling", although the prevalence of low schooling for both the young and the elderly was observed. The academic contribution of this study is to draw attention to the progress of the schooling of the groups studied over the peseudocoortes analyzed, but stresses the need to better align the National Education Plan with targets specifically focused on the elderly as a way of granting more quality of life and dignity to this individual who will spend more time integrating, interacting and contributing to Brazil. The stereotyped image of the elderly, who lost his protagonism after so many years of illiteracy and prejudices built by ageism, can be institutionalized. Qualitative studies are necessary to uncover barriers and prejudices produced when the elderly are not conceived as individuals with a right to education. It is necessary to treat the education of the elderly person in a forceful and specific way in the current scenario
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Estudos Avançados e Multidisciplinares, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:PPGDSCI - Mestrado em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35200/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.