Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35155
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_AnandaWinterMarques.pdf1,11 MBAdobe PDFView/Open
Title: Dos caminhos para a paridade à paridade como caminho : inclusão democrática, chachawarmi e despatriarcalização do estado plurinacional boliviano
Authors: Marques, Ananda Winter
Orientador(es):: Marques, Danusa
Assunto:: Bolívia
Regime eleitoral
Indígenas
Paridade de gênero
Democracia
Issue Date: 26-Jul-2019
Citation: MARQUES, Ananda Winter. Dos caminhos para a paridade à paridade como caminho: inclusão democrática, chachawarmi e despatriarcalização do estado plurinacional boliviano. 2019. 138 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciência Política)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: O presente trabalho tem como ponto de partida a adoção de princípios de paridade e alternância de gênero na Constituição do Estado da Bolívia de 2009 e a subsequente aprovação da Lei 026 de Regime Eleitoral que define os meios práticos para que a paridade de gênero (numérica) aconteça. Ao longo desta pesquisa, procuro compreender quais são os caminhos para a paridade de gênero através de uma perspectiva dos avanços e das atuações institucionais, bem como das transformações dos sentidos atribuídos à paridade de gênero; caminhos que, conforme entendo, tornam-se igualmente essenciais para a sua aprovação. Na medida em que avanço e mobilizo os elementos que compõem o contexto político boliviano no período estudado, marcado pela revalorização de simbologias indígenas e originárias tais como o chachawarmi, e pela entrada de novos atores na arena política, a paridade de gênero se revela parte de um processo de transformação profunda da democracia e do Estado boliviano. Assim, transito dos caminhos para a paridade à paridade como caminho, tendo em vista que este estudo me leva a uma contínua ressignificação da paridade de gênero, resultado da sua interação com o mundo empírico e dos encontros das mulheres eleitas com estruturas patriarcais e de violência política.
Abstract: The current study has as a starting point the adoption of gender parity and alternation principles in Bolivia’s 2009 Constitution of the State and the subsequent approval of Law 026 of Electoral Regime that defines the practical means for gender parity (in numerical terms) to happen. Throughout this research, I try to understand the paths that lead to gender parity through a perspective of institutional advances and performances, as well as the transformations of the meanings attributed to gender parity; which I believe to be equally essential for its approval. As I move forward and mobilize the elements that make up the Bolivian political context in the studied period, marked by the revaluation of indigenous and original symbologies such as the chachawarmi, and by the entry of new actors into the political arena, gender parity reveals itself as part of a profound transformation process of Bolivian’s state and democracy. Thus, I move from the paths to parity to parity as a path, since this study leads me to a continuous re-signification of gender parity, which is the result of its interaction with the empirical world and the encounters of elected women with patriarchal structures and political violence.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciência Política, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:IPOL - Mestrado em Ciência Política (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35155/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.