Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35136
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_IsabeleVillwockBachtold.pdf1,99 MBAdobe PDFView/Open
Title: "Precisamos encontrá-los!" : etnografia dos números do Cadastro Único e dos cruzamentos de base de dados do governo federal brasileiro
Other Titles: “We need to find them” : ethnography on the Single Registry entries and Federal Government database cross-checking
Authors: Bachtold, Isabele Villwock
Orientador(es):: Borges, Antonádia Monteiro
Assunto:: Cadastro único
Bolsa Família
Antropologia
Programas sociais
Políticas públicas
Issue Date: 22-Jul-2019
Citation: BACHTOLD, Isabele Villwock. "Precisamos encontrá-los!": etnografia dos números do Cadastro Único e dos cruzamentos de base de dados do governo federal brasileiro. 2017. 167 f., il. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: Esta dissertação tem como proposta apresentar algumas reflexões sobre o fazer estatal por meio de números: nos registros e cadastros oficiais e no posterior cruzamentos das grandes bases de dados do governo federal. O texto percorre dois caminhos: “de pessoas a números”, referente aos processos de codificação e simplificação das múltiplas e complexas realidades em formas legíveis ao Estado, por meio do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal; e “de número a pessoas”, relativo às decisões tomadas a partir dos dados que chegam às mãos do Estado. Em formas de números, as vivências podem ser comparadas, monitoradas, auditadas, permitindo ao Estado governar à distância o que os números lhe dizem ser “pobreza”. Por fim, são apresentadas as recentes discussões sobre cruzamento de dados para identificação de “fraudes” no Programa Bolsa Família, que levaram ao “pente-fino” no programa no fim de 2016.
Abstract: This dissertation reflects on State-making through governing numbers: in official registries and records and in database cross-checking exercises conducted by the Brazilian Federal Government. The text follows two routes: i) “from persons to numbers”, which refers to coding and simplifications of multiple and complex realities into readable formats by the State – recorded at the Single Registry of Social Programmes of the Federal Government; and ii) “from numbers to persons”, which refers to the decision-making processes based on the data that reaches State hands. When coding and numbering persons, life existences can be compared, monitored, and audited, allowing the State to govern, by distance, numbers which define “poverty”. It concludes discussing recent debates on database cross-checking exercises conducted to identify “frauds” in the Bolsa Familia Programme, which led to a “fine-tooth comb” in the programme by the end of 2016.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:DAN - Mestrado em Antropologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35136/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.