Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35098
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_LucasdaMotaFarias.pdf7,38 MBAdobe PDFView/Open
Title: Marchas e manifestos contra a colonialidade da história : movimentos indígenas diante das comemorações oficiais dos 500 anos (1998-2000)
Authors: Farias, Lucas da Mota
Orientador(es):: Oliveira, Susane Rodrigues de
Assunto:: Movimento Brasil 500 Anos
Indígenas
História - Brasil
Colonialidade
Issue Date: 18-Jul-2019
Citation: FARIAS, Lucas da Mota. Marchas e manifestos contra a colonialidade da história: movimentos indígenas diante das comemorações oficiais dos 500 anos (1998-2000). 2018. 193 f., il. Dissertação (Mestrado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Trata-se de uma análise das práticas discursivas e não-discursivas produzidas pelo Movimento Brasil: 500 Anos de Resistência Indígena, Negra e Popular diante das Comemorações Oficiais dos V Centenário do “Descobrimento do Brasil”. Este Movimento mobilizou, entre os anos de 1998 e 2000, diversas organizações e grupos sociais, partidos políticos, sindicatos, entidades de classe, movimentos estudantis, setores de igrejas e universidades brasileiras em torno de um discurso crítico que foi capaz de desestabilizar as perspectivas históricas e os projetos governamentais e midiáticos relacionados às comemorações oficiais dos 500 anos de Brasil. Na análise das condições de emergência deste Movimento, partimos de um entendimento de tais comemorações como dispositivos (FOUCAULT, 2000) de saber-poder que, por meio de um conjunto heterogêneo de obras arquitetônicas, intervenções paisagísticas, cerimônias, imagens, memórias e pronunciamentos, reforçavam discursos históricos fundadores do mito da democracia racial e dos modos de subjetivação inerentes à matriz moderna/colonial de poder, constituindo-se, portanto, em instrumentos de colonialidade (QUIJANO, 2014a) do poder. A partir de uma abordagem discursiva e decolonial, discutimos as formas de organização, participação, atuação, mobilização, protesto e manifesto deste Movimento como estratégias e táticas de resistência à colonialidade da história e do poder.
Abstract: A study of de discursive pratices and non-discursives pratices produced by the Movimento Brasil: 500 Anos de Resistência Indígena, Negra e Popular against the Official Commemorations of the V Centenary of the “Discovery of Brasil”. This Movement mobilized, between the years of 1998 and 2000, several social movements and organizations, political parties, trade unions, class entities, student movements and sectors of Brazilian churches and universities around a critical discourse that was able to destabilize the historical perspectives and projects promoted in governmental and the media fields. In the analysis of the emergency of this Movement, we assume that the official celebrations of the 500 years worked as devices of power-knowledge that, through a heterogeneous set of architectural buildings, landscape interventions, ceremonies, memories and pronouncements, reinforced the coloniality of history. In the investigation of the forms of organization, participation, action, resistence, protest and manifesto of this Movement we perceive the mobilization of strategies and tactics against the coloniality of history.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:HIS - Mestrado em História (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35098/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.