Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35087
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_FlorençadasGraçasMoura.pdf8,37 MBAdobe PDFView/Open
Title: Geologia do Grupo Quilombo e seu embasamento cristalino na região de Unaí-MG
Authors: Moura, Florença das Graças
Orientador(es):: Campos, José Eloi Guimarães
Assunto:: Grupo Quilombo
Vulcanismo
Rochas graníticas
Embasamento
Issue Date: 17-Jul-2019
Citation: MOURA, Florença das Graças. Geologia do Grupo Quilombo e seu embasamento cristalino na região de Unaí-MG. 2018. xii, 79 f., il. Dissertação (Mestrado em Geociências Aplicadas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Na região a oeste da cidade de Unaí-MG são mapeadas predominantemente rochas correlacionadas, até então, ao Grupo Vazante, e em menor proporção aos grupos Canastra, Bambuí e Paranoá. Em meio as rochas sedimentares da base do Grupo Bambuí e próximo às frentes de empurrão que coloca esse grupo em contato tectônico com o Grupo Canastra, afloram pontuais exposições de rochas de natureza granítica. Essas rochas graníticas apresentam composição tonalítica a granodiorítica, e inicialmente foram interpretadas como corpos intrudidos nos metassedimentos do Grupo Vazante, entretanto após a aquisição de novos dados geológicos foi possível apresentar um novo significado a essas exposições. Datações pelo método U-Pb em cristais de zircão indicam uma idade de cristalização de 2,14 Ga para essas rochas e estudos geoquímicos possibilitam correlacioná-las a granitos do tipo S, formados em ambientes tectônicos de arco magmático. Em campo não são observadas feições que caracterizam metamorfismo de contato junto às rochas supracrustais adjacentes. Feições protomiloníticas e a foliação encontrada nas rochas graníticas (atitude média de 230º/70º), diferente das encontradas nas supracrustais (média de 300º/45º), indicam que essas rochas foram submetidas a um evento tectônico pré-Brasiliano. Desta forma, com esses novos dados de campo, petrográficos, geoquímicos e geocronológicos, foi possível interpretar essas restritas ocorrências de rochas graníticas na área de estudo a altos paleogeográficos de embasamento cristalino. Esses altos paleogeográficos são os responsáveis pela inflexão regional das estruturas que na região passam de NNW para N60-70W (na altura da cidade Unaí) e em direção a sudeste voltam à tendência regional. Estas rochas de embasamento também representam a principal fonte das rochas metassedimentares da região. A estratigrafia do Grupo Vazante foi definida próxima a cidade de Vazante-MG, e as rochas da área tipo desse grupo apresentam significativas diferenças litológicas e cronoestratigráficas daquelas que afloram na área alvo deste trabalho e que atualmente também são enquadradas como pertencentes a este grupo. A partir de estudos sedimentológicos e litoestratigráficos de detalhe, adicionados a dados geocronológicos, foi possível apresentar uma nova interpretação geológica a essa sequência de rochas que aflora próximo a Unaí. Essas rochas metassedimentares são interpretadas como uma sequência turbidítica formada em sopé de talude continental. Nessa sequência foram descritas cinco fácies de acordo com a proposta de Mutti (1992), sendo a Fácies F3 representada por conglomerados; a Fácies F6 composta por metarenitos que podem variar de grossos a médios com laminação plano-paralela e localmente truncadas por ripples; Fácies F7 representada por metarenitos e metagrauvacas, que em geral são definidas por alternância de laminações de areia média a fina; Fácies F8 composta por arenitos argilosos e siltitos arenosos e Fácies F9 constituída por argilitos, siltitos e folhelhos com laminações. Associadas a sequência turbidítica ocorrem rochas vulcânicas na forma de pequenos derrames ao longo de uma faixa estreita marcando uma linha de tempo na estratigrafia. Essas rochas vulcânicas são classificadas como dacitos, riolitos e andesitos, são datadas a partir de grãos de zircão pelo método U-Pb em 1.394,5±8,8 Ma e por descrições de lâminas petrográficas foram caracterizadas texturas típicas de vulcanismo sub-aquoso: esferulítica, poiquilítica e axiolítica. A partir de dados de campo, petrográficos, geoquímicos e geocronológicos dos metassedimentos e das rochas vulcânicas, foi possível desvincular essa sequência de rochas do Grupo Vazante e enquadrá-las em nova unidade de idade mesoproterozoica denominada Grupo Quilombo, dividido em Formação Ribeirão da Porteira representada por ritmitos com maior contribuição psamítica contendo arenitos, grauvacas líticas, e raras camadas de conglomerados e interpretadas como depósitos mais proximais; e a Formação Ribeirão do Franco caracterizada por rochas pelíticas, como ritmitos pelíticos com camadas delgadas de arenitos finos e siltitos/folhelhos além de rochas vulcânicas intermediárias a ácidas, e interpretadas como depósitos formados em regiões mais distais.
Abstract: In the western area of Unaí-MG town are predominantly mapped rocks, up to now correlate to the Vazante Group and in minor area to the Canastra, Bambuí and Paranoá groups. In the midst of the sedimentary rocks of the Bambuí Group base and close to thrust that places this group in tectonic contact with the Canastra Group, there are rare outcrops of granitic rocks. These granitic rocks present granodiorite to tonalitic compositions and were initially interpreted as intrusions in the Vazante Group metasediments. However, after the acquisition of new geological data, it was possible to present a new meaning to these rocks. Dating by the U-Pb method on zircon crystals places these rocks to 2.14 Ga and geochemical studies allow the correlation of these rocks to S-type granites, formed in magmatic arc tectonic environments. It was not observed any features that characterize contact metamorphism along adjacent supracrustal rocks. Protomilonite features and foliation found in granite rocks (average of 230o 70o), different from those found in the supracrustal rocks (average of 300o/45o), indicate that these rocks were submitted to a previous Brazilian tectonic event. Thus, after these new field, petrographic, geochemical and geochronological data, it was possible to interpret these restricted occurrences of granitic rocks in the study area as paleo geographic highs of crystalline basement and not as young bodies intruded in the metasediments. These paleo geographic highs are also responsible for the inflection of the regional structures that in the area range from NNW to N60-70W (in the vicinities of the city of Unaí) and towards the southeast return to the regional tendency. These basement rocks are the main sources of the metasedimentary rocks of the region. The stratigraphy of the Vazante Group was defined nearby the Vazante, town Minas Gerais State, and the type area rocks present significant lithological and chronostratigraphic differences of those that occur at this research are and that currently are also classified as belonging to this group. From detailing sedimentary and lithostratigraphic studies, added to geochronological data, it was possible to present a new geological interpretation to this sequence of rocks that outcrop in the study area. These low grade metasedimentary rocks are interpreted as a turbidite sequence formed in continental slope foothills. There were described in this sequence five facies according to the Mutti (1992) proposal: Facies F3 being represented by conglomerates; Facies F6 represented by metasandstone that can vary from thick to medium with parallel lamination and locally truncated by ripples; Facies F7 represented by metasandstone and metagraywacke, which are usually interleaved by medium to fine sand laminations; Facies F8 composed of clayed sandstone and sandy siltstone and Facies F9 consisting of mudstone, siltstone shales with laminations. Associated to the turbidite sequence, there are the occurrences of volcanic rocks, as of small exposures along a narrow band marking a time-line in the stratigraphy. These volcanic rocks are classified from geochemical data as dacite, andesite and rhyolite and are dated from zircon grains by the U-Pb method as 1,394.5 ± 8.8 Ma and from the analysis of thin sections there were characterized typical textures of sub-aqueous volcanism as spherulitic, poiquilitic and axiolytic features. From the field, petrographic, geochemical and geochronological data of metasediments and volcanic rocks, it was possible to separate this sequence of rocks from the Vazante Group and fit them into a new mesoproterozoic group named as the Quilombo Group, divided into the Ribeirão da Porteira Formation which is represented by sedimentary rocks with a greater contribution of psamytic intercalations of sandstone, lithic graywacke and rare layers of conglomerates and interpreted as proximal deposits. And the Ribeirão do Franco Formation characterized by rocks with greater pelitic contribution, with more pelitic rhythmite with thin layers of fine sandstones and siltstones/shales, and also intermediate to acidic volcanic rocks, which are interpreted as deposits formed in more distal conditions.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Programa de Pós-Graduação em Geociências Aplicadas, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:IG - Mestrado em Geociências Aplicadas (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35087/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.