Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/34962
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_RaniellyCoutinhoBarbosa.pdf2,97 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSayago, Doris Aleida Villamizar-
dc.contributor.authorBarbosa, Ranielly Coutinho-
dc.date.accessioned2019-07-03T17:48:46Z-
dc.date.available2019-07-03T17:48:46Z-
dc.date.issued2019-07-03-
dc.date.submitted2017-10-02-
dc.identifier.citationBARBOSA, Ranielly Coutinho. Organizações solidárias em unidades de conservação: os casos da Associação Bom Sucesso e da COOPETRAL no estado do Amapá. 2017. 159 f., il. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/34962-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável, 2017.pt_BR
dc.description.abstractO estado do Amapá é um dos mais preservados da Amazônia, possuindo mais de 70% de seu território coberto por algum tipo de Área Protegida. Este grande número de áreas de preservação e consequentemente, áreas que possuem alguma de restrição de uso, é motivo de debates sobre a interferência destas no desenvolvimento econômico do estado. As Unidades de Conservação (UCs) apresentam tipologias que vão desde as mais restritivas ao uso, às que possibilitam uso parcial de seus recursos. Estas últimas, as UCs de Uso Sustentável, se possuírem comunidades bem organizadas e com objetivos definidos de desenvolvimento comum, além de outros fatores determinantes, podem se desenvolver econômica e socialmente. A partir de suas atividades, seja como extrativistas ou agricultores familiares, estas comunidades podem consolidar um desenvolvimento mais apropriado à configuração e potencialidades do Amapá. Para alcançar este cenário, estas comunidades precisam aprimorar sua organização enquanto grupo social e produtor em atividades econômicas. A adesão aos princípios da Economia Solidária e a criação de organizações solidárias (como associações e cooperativas) pode vir a ser um caminho para se chegar a este desenvolvimento. A Economia Solidária se configura em um modo de produção, cujos princípios básicos são a propriedade coletiva ou associada do capital e o direito à liberdade individual. No Amapá as UCs de Uso Sustentável Floresta Nacional do Amapá (FLONA-Ap) e Floresta Estadual do Amapá (FLOTA-Ap) possuem em seu interior comunidades de extrativistas e agricultores familiares que estão na fase inicial de implantação de organizações solidárias. A presente dissertação de mestrado teve como objetivo uma análise de percepção dos membros da Bom Sucesso e da COOPETRAL quanto à forma de estruturação e avanços de suas organizações e como estas estão influenciando no desenvolvimento de suas atividades produtivas e como grupos sociais. Foram realizadas entrevistas, com um total de 40 membros da Bom Sucesso e 14 da COOPETRAL, visitas às comunidades para a observação do processo produtivo e da realidade vivida e foram consultados documentos internos das organizações. A partir da realização da pesquisa e análise dos resultados foi observado que as organizações, mesmo com reduzido tempo de criação já foram responsáveis por importantes ganhos nas comunidades, alguns deles foram: maior visibilidade e representatividade enquanto grupos sociais no estado e início da estruturação de atividades produtivas e aprimoramento destas. No entanto, também foram identificados problemas que podem prejudicar o desenvolvimento das organizações e consequentemente de suas atividades produtivas, dentre eles: falta de união entre os membros da organização e o não cumprimento de princípios da Economia Solidária.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleOrganizações solidárias em unidades de conservação : os casos da Associação Bom Sucesso e da COOPETRAL no estado do Amapápt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordEconomia solidáriapt_BR
dc.subject.keywordUnidade de conservação ambientalpt_BR
dc.subject.keywordCooperativas agrícolaspt_BR
dc.subject.keywordSustentabilidade - avaliaçãopt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.contributor.advisorcoSousa, Álvaro Nogueira de-
dc.description.abstract1Amapá is one of the most preserved states in the Amazonian region, with more than 70% of its territory covered by some kind of Protected Area. The staggering percentage of preservation areas, and therefore of restricted use areas, is a matter of great discussion about the interference in the economic development of the state. Conservation Units (CUs) present typologies ranging from the most restricted to the ones allowing partial use of its resources. The latter, known as Sustainable Use CUs, are able to develop economically and socially as long as they exhibit well-organized communities aiming at shared development. These communities, be it with extractivism of natural resources or with familiar agriculture, are capable of ensuring a more sustainable development to the configuration and the potential of Amapá. In order to achieve this goal, these communities need to improve their organization regarding economic activities and as social and producer groups. The adherence to the principles of Solidarity Economy and the creation of solidarity organizations (such as self-help groups and cooperatives) are possible pathways to enhance development. Solidarity Economy is a “mode of production whose fundamental principles are based collective property of capital and the right to individual freedom”. In Amapá, Sustainable Use National Forests (FLONA in Portuguese) and State Forests (FLOTA) CUs have several communities in their interior practicing extractivism and familiar agriculture, both at the early stage of implementing solidarity organizations. In view of the above, this Master thesis aimed at an analysis of the perception of the members of Bom Sucesso and COOPETRAL as to the structure and progress of their organizations and how these are influencing the development of their productive activities and as social groups. Other goal was to investigate whether these organizations affect the development of productive activities and local social groups. The results were derived from interviews with 40 participants of the Bom Sucesso and 15 participants of the COOPETRAL, as well as from visits to the communities (for the observation of their productive process and the reality experienced by its members), analysis of internal documents of the organizations, and review of recent literature for the discussion of the data obtained. From the research and data analysis it was observed that the organizations, although only recently created, have already been responsible for significant gains in the communities, such as: greater visibility and representativeness as social groups in Amapá, initiation of the structuring process of productive activities and improvement of these activities. However, the research also identified problems that may harm the development of the organizations and, consequently, of their productive activities, such as: lack of union between members of the organization and non-fulfillment of Solidarity Economy principles.pt_BR
Appears in Collections:CDS - Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento Sustentável (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34962/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.