Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/34946
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_LauraCristinaFeindtUrrejolaSilveira.pdf5,89 MBAdobe PDFView/Open
Title: Laços e traçados da China no Brasil : implantação de infraestrutura energética e a componente socioambiental
Authors: Silveira, Laura Cristina Feindt Urrejola
Orientador(es):: Bécard, Danielly Silva Ramos
Coorientador(es):: Inoue, Cristina Yumie Aoki
Assunto:: Relações internacionais - Brasil - China
Política energética - relações exteriores
Geopolítica
Recursos energéticos
Setor elétrico - Brasil
Issue Date: 19-Jun-2019
Citation: SILVEIRA, Laura Cristina Feindt Urrejola. Laços e traçados da China no Brasil: implantação de infraestrutura energética e a componente socioambiental. 2018. 243 f., il. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Esta pesquisa tem como propósito compreender os motivos que levam a China, por meio de empresas estatais especializadas no setor de energia, a investir no mercado energético brasileiro, de 2008 a 2018. A investigação selecionou os empreendimentos localizados na região amazônica. Analisamos os contratos de concessão firmados entre os agentes econômicos do governo chinês e a Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL e os respectivos processos em trâmite junto aos órgãos de licenciamento ambiental. Destarte, foi possível concatenar a retórica da Belt and Road Initiative - BRI, projeto chinês que se prontifica a promover o desenvolvimento sustentável por meio de uma cooperação Sul-Sul, com as efetivas ações em curso, em território brasileiro. Os projetos em implantação podem viabilizar a transmissão de energia, gerada a partir de fontes renováveis em qualquer parte do planeta, até a China, ou qualquer outro país, por meio de Linhas de Ultra-Alta-Tensão, constituindo a Global Energy Interconnection – GEI. Esse sistema irá contribuir com a transição da economia chinesa para um patamar mais aceitável quanto a emissão de carbono. Resgatando o título dessa dissertação, é possível afirmar que os laços estabelecidos entre a China e o Brasil estão viabilizando traçados em conexões globais de energia. E, por conseguinte, quando a energia estiver assegurada, viabilizarão a operação de traçados ferroviários, também partindo do Brasil, oportunizando a conexão entre o Atlântico e Pacífico. São os laços entre a República Popular da China e a República Federativa do Brasil constituindo-se em traçados de conexão global, percorrendo os vazios estratégicos na Amazônia brasileira.
Abstract: The purpose of this research is to understand the reasons why China, through state-owned companies specializing in the energy sector, invest in the Brazilian energy market from 2008 to 2018. The research selected the projects located in the Amazon region. We analyzed the concession contracts entered into between the economic agents of the Chinese government and the Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL and the respective processes in process with the environmental licensing bodies. Thus, the rhetoric of the Belt and Road Initiative - BRI, a Chinese project that promotes sustainable development through South-South cooperation, with the ongoing actions in Brazil, could be concatenated. The projects being implemented can enable the transmission of energy, generated from renewable sources anywhere in the world, to China, or any other country, by means of Ultra High Voltage Lines, constituting the Global Energy Interconnection - GEI. This system will contribute to the transition of the Chinese economy to a more acceptable level of carbon emissions. Rescuing the title of this dissertation, it is possible to affirm that the ties established between China and Brazil are enabling traces in global energy connections. And, therefore, when the energy is assured, they will enable the operation of railway traces, also starting from Brazil, allowing the connection between the Atlantic and the Pacific. These are the links between the People's Republic of China and the Federative Republic of Brazil, constituting themselves in global connection trajectories, traversing the strategic voids in the Brazilian Amazon.
Resumen: Esta investigación tiene como propósito comprender los motivos que llevan a China, a través de empresas estatales especializadas en el sector de energía, a invertir en el mercado energético brasileño, de 2008 a 2018. La investigación seleccionó los emprendimientos ubicados en la región amazónica. Analizamos los contratos de concesión firmados entre los agentes económicos del gobierno chino y la Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL y los respectivos procesos en trámite ante los órdenes de licenciamiento ambiental. De este modo, fue posible concatenar la retórica de la Belt and Road Initiative - BRI, proyecto chino que se pronuncia a promover el desarrollo sostenible a través de una cooperación Sur-Sur, con las efectivas acciones en curso, en territorio brasileño. Los proyectos en implantación pueden viabilizar la transmisión de energía, generada a partir de fuentes renovables en cualquier parte del planeta, hasta China, o cualquier otro país, por medio de Líneas de Ultra-Alta-Tensión, constituyendo la Global Energy Interconnection - GEI. Este sistema contribuirá con la transición de la economía china a un nivel más aceptable en cuanto a la emisión de carbono. Rescatando el título de esta disertación, es posible afirmar que los lazos establecidos entre China y Brasil están viabilizando trazados en conexiones globales de energía. Y, por consiguiente, cuando la energía está asegurada, viabilizará la operación de trazados ferroviarios, también partiendo de Brasil, oportunizando la conexión entre el Atlántico y el Pacífico. Son los lazos entre la República Popular de China y la República Federativa del Brasil constituyéndose en tramos de conexión global, recorriendo los vacíos estratégicos en la Amazonia brasileña.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:IREL - Mestrado em Relações Internacionais (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34946/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.