Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/34945
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_VictóriaGomesPereiradeAlmeida.pdf1,95 MBAdobe PDFView/Open
Title: A China e a cooperação internacional para o desenvolvimento no sudeste asiático : os casos das Filipinas, Vietnã e Camboja
Authors: Almeida, Victória Gomes Pereira de
Orientador(es):: Becard, Danielly Silva Ramos
Assunto:: Política externa - China
Relações econômicas internacionais
Relações internacionais - China
Geoeconomia
Cooperação internacional
Issue Date: 19-Jun-2019
Citation: ALMEIDA, Victória Gomes Pereira de. A China e a cooperação internacional para o desenvolvimento no sudeste asiático: os casos das Filipinas, Vietnã e Camboja. 2018. 123 f., il. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Esta dissertação propõe-se a entender os meios e porquês da cooperação chinesa para o desenvolvimento no Sudeste Asiático a partir de 1997, por meio da sua promoção de ajuda externa. O entendimento deste tema está inserido em um contexto de aumento da relevância político-econômica da China e de suas relações internacionais, bem como estão relacionados com a importância geoestratégica do Sudeste Asiático. Sendo assim, a presente dissertação pretende perceber o lugar da região nas relações internacionais da China, compreender como funciona a “grande ajuda" chinesa junto às Filipinas, ao Vietnã e ao Camboja e analisar como se dá a inserção da China na região através de suas políticas de atração e coerção econômica. Este último elemento visa a compreender como a China cria e reforça preferências geopolíticas com os países em questão, por meio da utilização de ferramentas geoeconômicas como a cooperação para o desenvolvimento e a ajuda externa. A fim de verificar estes elementos, a perspectiva teórica adotada percebe a ajuda externa como uma ferramenta de política externa dos Estados, seguindo o modelo de interesses dos doadores desenvolvido por Alfred Maizels e Machiko Nissanke. A metodologia escolhida combinou elementos qualitativos e quantitativos. Os elementos qualitativos ficaram por conta de uma revisão bibliográfica e documentos oficiais chineses. Os elementos quantitativos concentraram-se em dados estatísticos primários da base de dados China Aid Data e nos dados estatísticos secundários encontrados em relatórios de pesquisadores do tema. Com base na estratégia adotada, a presente dissertação pôde concluir que a China direciona sua ajuda externa, juntamente com seus investimentos e comércio bilateral, de forma conectada com sua agenda político-econômica com as Filipinas, Vietnã e Camboja. As disputas no Mar do Sul da China, as relações econômico-comerciais intensas e a presença norte-americana são algumas das agendas político-econômicas que influenciam o uso da “grande ajuda" chinesa nestes países como uma ferramenta geoeconômica.
Abstract: This dissertation proposes to understand the means and reasons of the Chinese development cooperation on the Southeast Asia from 1997, by means of its foreign aid promotion. The understanding of this theme is part of a context of the increasing political-economic relevance of China and its international relations, as well as being related to the geo-strategic importance of the Southeast Asia. Therefore, the present dissertation intends to perceive the place of the region in China’s international relations, to understand how the Chinese “great aid” works with the Philippines, Vietnam and Cambodia, and to analyze how China inserts itself on the region by means of its policies of economic attraction and coercion. This latter element aims at understanding how China creates and reinforces geopolitical preferences with the concerned countries through the use of geo-economic tools, such as development cooperation and foreign aid. In order to verify these elements, the adopted theoretical perspective perceives foreign aid as a tool of foreign policy of the states, following the model of interests of the donors developed by Alfred Maizels and Machiko Nissanke. The chosen methodology combined qualitative and quantitative elements. The qualitative elements were based on a bibliographical review and on official Chinese documents. The quantitative elements were based on the primary statistical data from the China Aid Data database, and on the secondary statistical data found in reports of made by researchers of this subject. Based on the adopted strategy, the present dissertation has concluded that China directs its foreign aid, along with its investments and bilateral trade, in a way connected with its political-economic agenda with the Philippines, Vietnam and Cambodia. The disputes in the South China Sea, intense economic-trade relations, and the US presence, are some of the political-economic agendas that influence the use of Chinese "great aid" in these countries as a geoeconomic tool.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:IREL - Mestrado em Relações Internacionais (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34945/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.