Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/34944
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_BeatrizAiresFernandesCunha.pdf1,2 MBAdobe PDFView/Open
Title: Uma monarquia em mutação : um estudo sobre a corte e o exército de macedônicos entre a morte de Alexandre e o acordo da Babilônia (323-320 a.C)
Authors: Cunha, Beatriz Aires Fernandes
Orientador(es):: Sant'Anna, Henrique Modanez de
Assunto:: Alexandre, o Grande, 356-323 a.C.
Monarquias helenísticas
Civilização antiga
Reis e governantes - sucessão
Helenismo
Issue Date: 19-Jun-2019
Citation: CUNHA, Beatriz Aires Fernandes. Uma monarquia em mutação: um estudo sobre a corte e o exército de macedônicos entre a morte de Alexandre e o acordo da Babilônia (323-320 a.C). 2018. 108 f. Dissertação (Mestrado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Tendo legado aos Diádocos (ou Sucessores), um domínio instável, a morte prematura de Alexandre implicava um revés que se tornaria a matriz de inúmeras disputas entre os membros mais proeminentes de sua corte: o problema da sucessão. Esta dissertação de mestrado objetiva problematizar a arriscada diplomacia dos Sucessores entre 323 e 320, a partir do estudo comparado dos seus principais elementos constitutivos: (1) a transformação da basileia e a relação entre a corte e o exército macedônicos no contexto da morte de Alexandre (2) o desenvolvimento de um poder político decisório pelas assembleias militares até 320 e (3) o fracasso do acordo da Babilônia entre a desconfiança dos Sucessores e sua luta pela supremacia. Os últimos, por sua vez, ameaçavam o acordo com pretensões similares às deles (isto é, a preservação da maior parte dos territórios imperiais, embora concentrados nas mãos de um único general diferente do escolhido diplomaticamente), contribuindo assim para a futura fragmentação do império e a formação das principais dinastias helenísticas.
Abstract: Leaving an unstable domain as a legacy to the Diadochoi (or Successors), Alexander's premature death implied a mischance that would become the origin of countless disputes among his court’s most prominent members: the succession issue. This master's degree thesis will discuss the Successor’s risky diplomacy between 323 and 320, based on a comparative study of its main elements: (1) the basileia’s transformation and the relationship between the Macedonian court and army within Alexander's death’s context (2) the development of political decision-making power by military assemblies up to 320, and (3) the failure of the Babylon's agreement caused by the Successor’s distrust and their struggle for royal supremacy. The latter ones, in what concerns them, threatened the agreement with similar pretensions (that is, the preservation of most of the imperial territories, although concentrated in the hands of one single general other than the one chosen diplomatically), thus contributing to the empire’s future fragmentation and the formation of the main Hellenistic dynasties.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:HIS - Mestrado em História (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34944/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.