Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/34916
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_CíntiaCsucsulyRocha.pdf1,5 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMascarenhas, Fernando-
dc.contributor.authorRocha, Cíntia Csucsuly-
dc.date.accessioned2019-06-18T17:47:40Z-
dc.date.available2019-06-18T17:47:40Z-
dc.date.issued2019-06-18-
dc.date.submitted2018-09-05-
dc.identifier.citationROCHA, Diego Ferreira. Políticas públicas e organização esportiva: estudo comparado Brasil-Espanha. 2018. 188 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação Física)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/34916-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, 2018.pt_BR
dc.description.abstractA escolha deste objeto de estudo advém das semelhanças percebidas entre Brasil e Espanha, tanto no que se refere à produção de legislações esportivas quanto à realização de megaeventos, fatores esses que concretizados implicaram na condução e no direcionamento das políticas esportivas, especialmente nos últimos trinta anos, ainda que seja intrínseco a estes processos as particularidades históricas, políticas e sociais dos dois países. A presente pesquisa teve por objetivo analisar como se processam as tendências globais que direcionam as políticas públicas e a organização esportiva do Brasil e da Espanha, a partir da análise dos seguintes aspectos: concepção das políticas públicas esportivas, gestão das políticas públicas esportivas, configuração do financiamento e gasto com o esporte, e a abrangência, que se refere às possibilidades de acesso ao esporte. A abordagem metodológica advém de uma inspiração no âmbito dos estudos comparados e delineia-se por duas técnicas de pesquisa: levantamento documental e revisão bibliográfica, conferindo ao trabalho uma abordagem qualitativa. Como resultado, percebemos que as políticas públicas de esporte no Brasil vêm sofrendo influência das políticas espanholas, sendo ambas igualmente influenciadas por processos mais amplos induzidos tanto pela globalização da economia como pelo desmonte dos Estados sociais. Além disso, observamos que a mobilização em torno dos Jogos Olímpicos e de outros megaeventos tornaram o esporte uma mercadoria, indo ao encontro da lógica mercantil de organização do sistema esportivo em ambos países e seguindo os princípios do espetáculo e do rendimento, o que, consequentemente, se coloca em oposição ao esporte como direito ou esporte para todos.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titlePolíticas públicas e organização esportiva : estudo comparado Brasil-Espanhapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordEsportes - política e governopt_BR
dc.subject.keywordPolíticas públicas - esportespt_BR
dc.subject.keywordEspanhapt_BR
dc.subject.keywordEstudo comparativopt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1The selection of this object of study is justified by the similarities we identified between Brazil and Spain, in regards both to the preparation of sports legislations and to the hosting of major events. These factors have influenced on the way sports policies have been conducted and directed, especially within the last thirty years, even though these processes also involve historical, political and social particularities of these two countries. The purpose of this research was to analyze the global tendencies that guide the sports-oriented public policies and the sportive organization of Brazil and Spain from the following perspectives: formulation of sports-oriented public policies, management of these policies, planning of funding and expenditures on sports, and inclusiveness, which refers to the possibilities of access to sport. The methodology was inspired by comparative studies, and was based on two research techniques: collection of relevant documents and bibliographic review, which reinforced the qualitative aspects of this thesis. As a result, we have concluded that the Brazilian sports public policies have been heavily influenced by the Spanish ones, and they both have been equally influenced by broader processes induced by the globalization of economy and by the dismantling of the social States. It was also possible to conclude that this mobilization of resources and energy for the Olympic Games and other megaevents have turned Sport into a merchandise, following the mercantile configuration of the sports systems in both countries, as well as the principles of sport as a source of profit and spectacle, which, as a consequence, goes against the notion of sport as a right all citizens are entitled to.pt_BR
dc.description.abstract2La elección de este objeto de estudio proviene de las semejanzas percibidas entre Brasil y España, tanto en lo que se refiere a la producción de legislaciones deportivas en cuanto a la realización de megaeventos, factores que concretizados implicaron en la conducción y el direccionamiento de las políticas deportivas, especialmente en los últimos treinta años, aunque sea intrínseco a estos procesos las particularidades históricas, políticas y sociales de los dos países. La presente investigación tuvo por objetivo analizar cómo se procesan las tendencias globales que orientan las políticas públicas y la organización deportiva de Brasil y España a partir del análisis de los siguientes aspectos: concepción de las políticas públicas deportivas, gestión de las políticas públicas deportivas, financiamiento y gasto con el deporte, y el alcance, que se refiere a las posibilidades de acceso al deporte. El enfoque metodológico proviene de una inspiración en el ámbito de los estudios comparados y se delinea por dos técnicas de investigación: levantamiento documental y revisión bibliográfica, dando al trabajo un abordaje cualitativo. Como resultado, percibimos que las políticas públicas de deporte en Brasil vienen sufriendo influencia de las políticas españolas, siendo ambas igualmente influenciadas por procesos más amplios inducidos tanto por la globalización de la economía como por el desmonte de los estados sociales. Además, observamos que la movilización en torno a los Juegos Olímpicos y otros megaeventos hicieron del deporte una mercancía, yendo al encuentro de la lógica mercantil de organización del sistema deportivo en ambos países y siguiendo los principios del espectáculo y del rendimiento, lo que, consecuentemente, se coloca en oposición al deporte como derecho o deporte para todos.pt_BR
Appears in Collections:FEF - Mestrado em Educação Física (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34916/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.