Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/34848
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_KarinaBritodaCostaOgliari.pdf836,03 kBAdobe PDFView/Open
Title: Olhar do graduando sobre gerenciamento do cuidado em enfermagem
Authors: Ogliari, Karina Brito da Costa
Orientador(es):: Santos, Walterlânia Silva
Assunto:: Enfermagem - estudo e ensino
Enfermagem - prática
Enfermagem - formação profissional
Serviços de enfermagem - administração
Enfermagem - administração
Issue Date: 17-Jun-2019
Citation: OGLIARI, Karina Brito da Costa. Olhar do graduando sobre gerenciamento do cuidado em enfermagem. 2018. 72 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Na área da Enfermagem existem os seguintes processos de trabalho: o assistir, o administrar, o ensinar e o pesquisar. Para planejar e executar os processos de trabalho, o enfermeiro deve se preparar, uma vez que pode atuar na gestão, ensino, pesquisa e assistência à saúde. Porém, questiona-se sobre o fato de sua formação oferecer subsídios necessários a fim de se obter habilidades e competências para ocupar diferentes cenários, principalmente aqueles voltados para gerência, conforme orientado pelas Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de Graduação em Enfermagem. Assim, pelo exposto, tem-se a seguinte questão de pesquisa: na visão dos acadêmicos de enfermagem, seu processo de formação contribui para o desempenho da função de gerência? Para responder a esse questionamento traçou-se como objetivo geral compreender contribuições e limitações da formação acadêmica em enfermagem para o gerenciamento de ações nos serviços de saúde, e, como objetivos específicos, analisar, sob a ótica dos graduandos, as disciplinas existentes na formação curricular dos acadêmicos de enfermagem com abordagem de gerenciamento de serviços de enfermagem e investigar o processo de formação voltado ao gerenciamento de enfermagem dos acadêmicos de enfermagem. A abordagem metodológica foi de natureza qualitativa e a pesquisa empírica foi realizada em Instituição de Educação Superior localizada no Distrito Federal, especificamente com dez acadêmicos do curso de enfermagem que aceitaram participar. A coleta de dados foi realizada mediante entrevista individual semiestruturada, e para análise dos dados utilizou-se a análise de conteúdo, a partir da qual emergiram duas categorias de estudo: processo de formação gerencial e habilidades gerenciais. Somente a primeira categoria desdobrou-se em subcategorias: conhecimento teórico do fluxo curricular; estágio curricular supervisionado; discente: agente do processo ensino-aprendizagem; docente: agente do processo ensino-aprendizagem e enfermagem como curso de graduação. Quanto à segunda categoria, observou-se que a maioria dos acadêmicos reconhece o conceito de gerenciamento do cuidado formado pelos processos que vivenciou durante a graduação, fato que corrobora a orientação da DNC/ENF. Porém, têm aqueles que não observaram a relação entre a gerência e a assistência, valorizando o uso de procedimentos técnicos, desconsiderando o planejamento e rotulando-o como algo simplesmente burocrático. Por esse motivo, observaram-se fragilidades durante a graduação dos acadêmicos que podem ser contornadas por meio de mudanças na graduação que auxiliem na superação das dúvidas existentes em relação ao gerenciamento do cuidado, e por ventura, configurem um novo perfil profissional em formação, com características voltadas a contemplar a assistência de qualidade, de modo a garantir suporte terapêutico, recursos humanos e materiais ao indivíduo que recebem os cuidados.
Abstract: In the Nursing Field, there are the following work processes: care, management, teaching and research. In order to plan and execute their work processes, nurses must be prepared, once they can work in management, teaching, research and healthcare. However, it is questioned whether their education provides the necessary support so that they acquire the skills and competencies to occupy different settings, particularly those focused on management, in accordance with the National Curriculum Guidelines for Undergraduate Nursing courses. Thus, in light of the foregoing, the following research question arises: according to nursing students, does their education process contribute to the performance of management functions? In order to ask this question, a general objective was set to understand the contributions and limitations of the academic education in nursing to the management of activities in healthcare services, and the specific objectives were to analyze, from the perspective of undergraduates, the current disciplines in nursing students’ curricular education which approach nursing services management and to investigate the education process focused on nursing management that the nursing students receive. A qualitative methodological approach was adopted, and the empirical research was performed at a Higher Education Institution located in the Brazilian Federal District, specifically with ten students attending the nursing course who agreed to participate. The data were collected through individual semi-structured interview, and, for the data analysis, the content analysis was used, from which two study categories were created: management education process and management skills. Only the first category was divided into subcategories: theoretical knowledge about the curriculum; supervised curricular internship; student: teaching-learning process agent; professor: teaching-learning process agent and nursing as undergraduate course. Regarding the second category, it was observed that most students acknowledge the concept of care management formed by the processes that they experienced during the undergraduate studies, which corroborates the DNC/ENF guidance. However, some of them did not see the relationship between management and care, valuing the use of technical procedures, disregarding the planning and labeling it as something merely bureaucratic. For this reason, weaknesses were observed in the students’ education process, and such weaknesses could be minimized through changes in the undergraduate course that help overcome the existing doubts about care management and that possibly set a new professional profile in education, with aspects focused on contemplating quality care, to ensure therapeutic support, human resources and materials to the individuals who receive the care.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:ENF - Mestrado em Enfermagem (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34848/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.