Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/34795
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_RegianeCotaeRocha.pdf1,79 MBAdobe PDFView/Open
Title: Condições de trabalho no SUAS : entre a precarização e o desprestígio da política de assistência social
Authors: Rocha, Regiane Cota e
Orientador(es):: Ghiraldelli, Reginaldo
Assunto:: Assistência social
Sistema Único de Assistência Social (Brasil)
Condições de trabalho
Issue Date: 13-Jun-2019
Citation: ROCHA, Regiane Cota e. Condições de trabalho no SUAS: entre a precarização e o desprestígio da política de assistência social. 2018. 110 f., il. Dissertação (Mestrado em Política Social)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: A dissertação tem natureza qualitativa e objetiva analisar as condições de trabalho no Sistema Único de Assistência Social (SUAS), no Distrito Federal, considerando o componente recursos humanos e as relações com os elementos que o circundam, sendo eles: vínculo empregatício, número de servidores, remuneração, intensidade do trabalho e educação permanente. Partiu-se do pressuposto de que as alterações no mundo do trabalho, a reestruturação produtiva e o neoliberalismo provocam consequências para as condições nas quais o trabalho é realizado. O trabalho está organizado em três capítulos. No primeiro, conceituou-se a assistência social enquanto política de ação para o atendimento de necessidades sociais, sua implantação e implementação no país, evidenciando a precariedade de suas condições, com destaque para as contradições entre capital/trabalho na correlação de forças que, voltadas aos ditames neoliberais, tendem a desprestigiar a política, seus trabalhadores e as condições em que o trabalho é desenvolvido. O segundo capítulo discorreu sobre as consequências das alterações no mundo do trabalho para os profissionais do SUAS e situou a contrarreforma trabalhista e a terceirização como estratégias atuais que atacam os direitos do trabalho. O terceiro capítulo trata da configuração e das contradições do SUAS no DF e desvela a percepção dos trabalhadores e das trabalhadoras por meio da técnica de entrevista não-diretiva com oito participantes voluntários. A pesquisa foi realizada nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS): Brasília e Ceilândia Norte e nos Centros de Referência Especializados (CREAS): Brasília e Ceilândia. A análise das condições de trabalho sob o prisma dos recursos humanos encontrou consenso entre os participantes sobre: a precarização das equipes e de suas condições de trabalho evidenciadas pelo desempenho de atribuições diversas no cotidiano, o que favorece a intensificação do trabalho.
Abstract: This dissertation has a qualitative nature and aims to analyze the working conditions in the Unified Social Assistance System (SUAS) in the Federal District, considering the human resources component and the relations with the elements that surround it, such as: employment bond, number of servants, salary, work intensity and continuing education. It was assumed that changes in the world of work, the productive restructuring and the neoliberalism, provoked consequences in the conditions under which work is carried out. This work is organized in three chapters. In the first, social assistance was conceptualized as a policy of action to meet social needs, its establishment and implementation in Brazil, highlighting the precariousness of its conditions, with special attention to the contradictions between capital / labor in the correlation of forces that, oriented to the neoliberal prescriptions, tend to depreciate the policy, its workers and the conditions in which the work is developed. The second chapter discussed the consequences of the changes in the world of work for the SUAS professionals and placed the labor counter-reform and outsourcing as current strategies that undermine labor rights. The third chapter is about the configuration and contradictions of the SUAS in the DF and reveals the perception of the workers by a non-directive interview technique with eight volunteer participants. The research was conducted in the Centers of Reference of Social Assistance (CRAS) of Brasília and Ceilândia Norte, and in the Specialized Reference Centers (CREAS) of Brasília and Ceilândia. The analysis of working conditions from the perspective of human resources found a consensus among the participants about the precariousness of the teams and their working conditions evidenced by the performance of different task in the daily life, which favors the intensification of work.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, Programa de Pós-Graduação em Política Social, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:SER - Mestrado em Política Social (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34795/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.