Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/34789
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_EleandroAdirPhilippsen.pdf16,95 MBAdobe PDFView/Open
Title: Formação inicial de professores de Química em uma perspectiva de atuação profissional como tradutor e intérprete de Língua de Sinais : um estudo sobre a codocência
Authors: Philippsen, Eleandro Adir
Orientador(es):: Gauche, Ricardo
Coorientador(es):: Santos, Patricia Tuxi dos
Assunto:: Surdos - educação
Ensino de Química
Professores - formação
Língua de sinais - educação
Issue Date: 13-Jun-2019
Citation: PHILIPPSEN, Eleandro Adir. Formação inicial de professores de Química em uma perspectiva de atuação profissional como tradutor e intérprete de Língua de Sinais: um estudo sobre a codocência. 2018. 338 f., il. Tese (Doutorado em Educação em Ciências)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Apesar da existência de Leis, de Decreto e outros documentos oficiais, as pessoas Surdas, em virtude do uso da Língua de Sinais, ainda enfrentam obstáculos linguísticos que as impedem da participação efetiva nos processos educativos, especialmente no âmbito formal, pois a escola está em processo de organização e de estruturação, o que acaba por afastar o estudante Surdo desses espaços, levando-o muitas vezes à descontinuidade de seus estudos. Em geral, a formação profissional docente, especialmente em Química, não prepara o professor para lidar com estudantes Surdos. Então, como proporcionar aos futuros professores de Química formação adequada com a perspectiva da educação inclusiva efetiva e conceitual de estudantes Surdos e não-Surdos? O presente trabalho procurou investigar em que medida a formação específica em Química contribui para a efetiva codocência do Tradutor e Intérprete de Língua de Sinais (TILS) e como a licenciatura pode incluir essa perspectiva em sua proposta curricular. Na busca por respostas, foi necessário estudar como são criados e desenvolvidos os significados por meio da linguagem; estabelecer parâmetros necessários ao desenvolvimento de metodologias adequadas ao processo ensino-aprendizagem de estudantes Surdos e não-Surdos na perspectiva inclusiva efetiva e conceitual. No processo investigativo, foram realizadas análises sobre a interdependência Docente/TILS no contexto ensino de Química, mais especificamente na formação de professores de Química para a codocência do TILS, que nos levou a criação de uma disciplina no âmbito de um curso de licenciatura. Os resultados apontam para incorporação da referida disciplina nas matrizes curriculares dos cursos de licenciatura, não apenas os de Química, porque a codocência tem se mostrado como a modalidade de serviço mais adequada às salas de aula inclusivas. A codocência é um modelo que permite interações sociais de formas variadas. Nesses espaços, de interação social, são favorecidos os diálogos, viabilizada a Zona de Desenvolvimento Proximal, além de possibilitar o exercício de habilidades no uso adequado dos recursos linguísticos. Este trabalho foi sustentado pela tese aqui defendida, qual seja, a de que as licenciaturas são espaços, por excelência, para promover a efetiva educação inclusiva, por meio da imprescindível e requerida compreensão conceitual por parte de estudantes Surdos e não-Surdos e, fundamentalmente, das interações sociais entre Estudantes (licenciandos, bem como estudantes Surdos da Educação Básica), Professores da Educação Básica e TILS. Tal promoção, com perspectivas de formação inicial e de formação contínua, viabiliza-se por, no âmbito desses cursos, de licenciatura, se utilizar a linguagem Química e se discutirem, ampla e profundamente, conceitos científicos, na perspectiva de formação para a docência. Para tanto, é central o papel na codocência exercido pelo TILS, do qual se espera compreensão conceitual do que, por ofício, traduz/interpreta para os estudantes Surdos.
Abstract: Despite supporting by Laws, Decree and other official documents, the Deaf people, regarding the use of Sign Language, still face linguistic obstacles that struggle their effective participation in educational knowledge processes, especially in the formal school-scope, School is still updating its infrastructure and administration processes, resulting on Deaf students chasing away from these places, often leading to the discontinuity of their studies. In general, the bachelor’s teacher degree, especially in Chemistry, does not prepare the teacher to deal with Deaf students. So, how do we provide future chemistry teachers with adequate training with the perspective of effective inclusive and conceptual education of Deaf and non-Deaf students? This dissertation sought to investigate to what extent the specific training in Chemistry contributes to the effective co-teaching of the specialist Translator and Interpreter of Sign Language (TILS, in Portuguese) and how the teacher degree can include this perspective in his own educational program plan. In the search for answers, it was necessary to study how meanings are created and developed through the language, establish necessary parameters for the development of appropriate methodologies for the teaching-learning process of Deaf and non-Deaf students in an inclusive and theoretical perspective. In the research process, analyzes were performed on Teaching/TILS interdependence in the teaching of Chemistry, more specifically in the training of Chemistry teachers for the co-teaching of TILS through the creation of a new subject in the teacher degree. The results of research suggest incorporating of this new subject in the educational program plan of teacher degree courses, not only those of Chemistry because co-teaching has been shown as the most adequate approach to inclusive classrooms. Co-teaching is a model that allows social interactions in many varied ways. In these sites of social interaction, dialogues are stimulated and allowing to happen in the Proximal Development Zone (ZDP, in Portuguese), in addition exercising of skills in the proper use of linguistic resources. This dissertation was supported by the thesis which is, that the teacher degrees are sites, in excellence, to promote effective inclusive education, through the essential and required conceptual understanding by Deaf and non-Deaf students and, fundamentally, of social interactions among students (graduates, as well as Deaf students of Basic Education), Teachers of Basic Education and TILS. This promotion of effective inclusive and conceptual education, prospects for initial and continuous training, is feasible by, in the scope of these undergraduate degree, if they use the Chemistry language and discuss, broadly and deeply, scientific concepts. To this end, the central role operated by the TILS, which is expected to be understood conceptually, translates/interprets for Deaf students.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Instituto de Química, Instituto de Física, Faculdade UnB Planaltina, Faculdade de Educação, 2018.
Appears in Collections:IQ - Doutorado em Educação em Ciências (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34789/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.