Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/3461
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_NabihaHaddadSimoesMachado.pdf1,45 MBAdobe PDFView/Open
Title: O ensinar e o aprender a fazer pesquisa : o real e o desejado
Authors: Machado, Nabiha Haddad Simões
Orientador(es):: Carneiro, Maria Helena da Silva
Assunto:: Pesquisa científica
Concepções de ciências
Ensino superior
Ludwik Fleck
Issue Date: 2008
Citation: MACHADO, Nabiha Haddad Simões. O ensinar e o aprender a fazer pesquisa: o real e o desejado. 2008. 212 f. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: A história da educação superior no Brasil registra que os primeiros cursos superiores brasileiros foram estabelecidos no início do século XIX. Hoje, o país conta com um sistema complexo de instituições públicas e privadas que, independentemente da sua forma de organização acadêmica, apresentam a formação profissional como meta comum. Embora as universidades públicas, especialmente os programas de pós-graduação, concentrem o maior número de pesquisas no Brasil, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional no 9394/96 incentiva e orienta o desenvolvimento de pesquisas durante a formação profissional, ao estabelecer as finalidades da educação superior. Esta dissertação trata do ensinar e do aprender a fazer pesquisa, a partir da análise das atividades desenvolvidas por um componente curricular, chamado “Método Tutorial de Aprendizagem”, de um curso de graduação em Farmácia, do Distrito Federal. O objetivo deste trabalho foi discutir as possíveis dificuldades de se refletir sobre a natureza da produção do conhecimento científico, durante o desenvolvimento das atividades propostas para o referido componente curricular, segundo a abordagem epistemológica de Ludwik Fleck. Para alcançá-lo, foram utilizados os seguintes procedimentos de pesquisa: observação das atividades de dois grupos tutoriais; aplicação de questionários e realização de entrevistas semi-estruturadas, envolvendo alunos e tutores dos grupos observados; análise de documentos. A análise dos dados permitiu-nos concluir que a pesquisa desenvolvida pelos alunos pode ser caracterizada como pesquisa didática e que as atividades tutoriais não estão promovendo a compreensão da natureza da produção do conhecimento científico, embora promovam oportunidades, a partir das quais podem ser desenvolvidas habilidades importantes na formação de um profissional. Como reflexão final desta investigação, conclui-se que seria oportuno discutir a natureza da produção do conhecimento com os alunos, tomando como base, dentre outras, a perspectiva epistemológica de Ludwik Fleck. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The history of higher education in Brazil shows in its records that the first higher education courses were established in the beginning of the nineteenth century. Nowadays, the country has a complex system of public and private institutions which share a common goal of professional formation, regardless of their academic organization. Although public universities concentrate the largest amount of research done in Brazil, in special in their graduate programs, the Brazilian Law of Guidelines and Bases for Education number 9394/96 stimulates and guides the development of research during professional formation as it establishes the goals of higher education. This dissertation deals with teaching and learning to research from the analysis of activities performed in a curricular component, which is called the “Tutorial Method of Learning”, within a pharmacy undergraduate program in the Federal District. The goal of the work was to discuss the possible difficulties of reflecting on the nature of the production of scientific knowledge, while performing the proposed activities for the aforementioned curricular component, following the epistemological approach of Ludwik Fleck. In order to reach it, the following research procedures were used: observation of the activities of two tutorial groups; answering of questionnaires and semi-structured interviews, involving students and tutors from the observed groups; and analysis of documents. The analysis of documents allowed us to conclude that the research performed by the students may be classified as didactic research and that the tutorial activities have not been promoting the comprehension of the nature of the production of scientific knowledge, even though they offer opportunities for the development of important skills in the formation of a professional. As a final reflection of this investigation, we conclude that it is necessary to discuss the nature of the production of scientific knowledge with students, using as basis the epistemological perspective of Ludwik Fleck.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2008.
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/3461/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.