Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/34527
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_NatáliaCristinadeAzevedoQueiroz.pdf1,93 MBAdobe PDFView/Open
Title: Predição da função e índice de simetria por meio de desfechos clínicos e neuromusculares em indivíduos submetidos à reconstrução do ligamento cruzado anterior
Other Titles: Prediction of function and index of symmetry by means of clinical and neuromuscular outcomes in individuals submitted to anterior cruciate ligament reconstruction
Authors: Queiroz, Natália Cristina Azevedo
Orientador(es):: Carregaro, Rodrigo Luiz
Coorientador(es):: Hamu, Tânia Cristina Dias da Silva
Assunto:: Ligamento cruzado anterior
Joelhos - ferimentos e lesões
Força muscular
Controle motor
Desempenho funcional
Issue Date: 29-Apr-2019
Citation: QUEIROZ, Natália Cristina Azevedo. Predição da função e índice de simetria por meio de desfechos clínicos e neuromusculares em indivíduos submetidos à reconstrução do ligamento cruzado anterior. 2018. 103 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências da Reabilitação) —Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: O retorno a um nível de atividade pré-lesão é preocupação comum após lesão ligamentar na articulação do joelho, devido à alta incidência de relesão e a instalação de patologias concomitantes. Com a realização de uma bateria de testes quantitativos, precisos, clínicos, de fácil aplicabilidade e com baixo custo, combinando medidas não-invasivas que enfatizem a avaliação da função muscular e o controle neuromuscular, o estudo proposto justifica-se pela necessidade de identificar ferramentas para resultados funcionais após a reconstrução do LCA. Desse modo, o objetivo do estudo foi identificar aspectos funcionais e físicos que poderiam redirecionar a intervenção e melhorar o desfecho em relação a essa população após a alta, propiciando identificar o(s) método(s) capaz de predizer (ou correlacionar) o desempenho funcional para melhor direcionar a conduta fisioterapêutica em síntese de instrumentos de medida. Realizado estudo transversal com 34 indivíduos, 18 a 40 anos, com ruptura do LCA no 4º mês de pós-operatório. As variáveis neuromusculares foram avaliadas pelo Teste de equilíbrio em “Y” (YBT), salto simples em distância unipodal (SUD), Functional Movement Screen (FMS), Dinamometria isocinética em Cadeia aberta e Cadeia fechada correlacionando-os com as variáveis independentes. Utilizado teste de Shapiro-Wilk para testar normalidade dos dados contínuos. Nível de significância para todos os testes de 5% (intervalo de confiança de 95%). A amostra estudada apresentou resultado de pior desempenho tanto do membro acometido como do membro nãor acometido no YBT na direção póstero-lateral, além do SUD em que o membro acometido obteve desempenho inferior comparado ao não-acometido. Adicionalmente, o membro inferior acometido apresentou, tanto em flexão quanto em extensão, função de torque muscular mais intenso quando comparado ao desempenho do lado acometido. Dentre as variáveis neuromusculares e funcionais adotadas, apenas o pico de torque por peso corporal em extensão a 60°/s, em CCF, no membro afetado apresentou capacidade de predizer a simetria dos membros inferiores. Assim, das variáveis neuromusculares e funcionais adotadas, apenas o teste muscular apresentou capacidade de predizer a simetria dos membros inferiores. Conclui-se que não foi possível identificar um ou mais métodos capazes de predizer (ou correlacionar) o desempenho funcional para melhor direcionar a conduta fisioterapêutica. Testes isométricos, excêntricos e concêntricos podem fornecer informações únicas, portanto, todos os testes aplicados devem compor a rotina clínica do processo de reabilitação, para que possa ser analisada da forma mais completa a possibilidade de retorno seguro do paciente às suas atividades.
Abstract: The return to a level of pre-injury activity is the common concern after a ligament injury in the knee joint, due to the high incidence of re-injury and the installation of concomitant pathologies. With the accomplishment of a battery of quantitative, precise clinical tests, of easy applicability and with low cost, combining non-invasive measures that emphasize the evaluation of the muscular function and the neuromuscular control, the proposed of this study is justified by the necessity to identify measurement tools for functional results after ACL reconstruction. Therefore, the objective of the study was to identify functional and physical aspects that could redirect the intervention and improve the outcome in relation to this population after discharge, allowing to identify the method(s) capable of predicting (or correlating) the performance to better guide the physiotherapeutic behavior. A cross-sectional study was performed with 34 individuals, 18 to 40 years old, with ACL rupture in the 4th postoperative month. The neuromuscular variables were evaluated by the Y-Balance (YBT), single jump (SUD) and Functional Movement Screen (FMS), isokinetic dynamometry in open chain and closed chain correlating them with the independent variables. Used Shapiro-Wilk test to test normality of continuous data. Significance level for all 5% tests (IC95). The studied sample presented a worse performance of both the affected injury limb and the no-injury limb in the YBT in the posterolateral direction, besides the SUD in which the affected limb obtained inferior performance compared to the non-affected limb. Additionally, the affected lower limb presented, in both flexion and extension, more intense muscle torque function when compared to the performance of the affected side. Among the neuromuscular and functional variables adopted, only the peak torque by body weight at extension 60°/s, in closed kinetic chain, in the affected limb was able to predict the symmetry of the lower limbs. Therefore, the neuromuscular and functional variables adopted, only the muscular test showed the ability to predict the symmetry of the lower limbs. It was concluded that it was not possible to identify one or more methods capable of predicting (or correlating) the functional performance to better target the physiotherapeutic behavior. Isometric, eccentric, and concentric tests can provide unique information, so all tests applied should be part of the clinical routine of the rehabilitation process so the safe return to patient’s activities can be analyzed as fully as possible.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação, 2018.
Appears in Collections:PPGCR - Mestrado em Ciências da Reabilitação

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34527/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.