Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/34413
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_SauloRodrigoSampaioSoares.pdf841,76 kBAdobe PDFView/Open
Title: Efeitos de diferentes intervalos de recuperação entre sessões de treinamento de força nas adaptações neuromusculares e hipertrofia dos flexores do cotovelo em indivíduos treinados
Authors: Soares, Saulo Rodrigo Sampaio
Orientador(es):: Marques, Martim Francisco Bottaro
Assunto:: Treinamento de força
Intervalo de recuperação
Desempenho esportivo
Desempenho neuromuscular
Issue Date: 23-Apr-2019
Citation: SOARES, Saulo Rodrigo Sampaio. Efeitos de diferentes intervalos de recuperação entre sessões de treinamento de força nas adaptações neuromusculares e hipertrofia dos flexores do cotovelo em indivíduos treinados. 2018. 70 f., il. Tese (Doutorado em Educação Física)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: O treinamento de força (TF) é uma peça fundamental nos programas de atividade física que objetivam melhorias no desempenho esportivo, aumentos na força e massa muscular, e reabilitação nas mais diversas populações e níveis de condicionamento físico. Sabe-se que as adaptações positivas de um programa de treino dependem de um balanço adequado entre estresse e recuperação e, para isso, técnicos, preparadores físicos, atletas e entusiastas devem levar em consideração os efeitos do intervalo de recuperação entre sessões de TF nas adaptações a médio e longo prazo. O objetivo do presente estudo foi investigar os efeitos de diferentes intervalos de recuperação entre sessões de TF nas adaptações neuromuscular e hipertrofia dos flexores do cotovelo em indivíduos treinados. Um total de 23 homens treinados (25 ± 5 anos) foram divididos aleatoriamente em dois grupos experimentais: 1) G168h no qual todos os sujeitos treinaram a cada 168 horas, e 2) G72h no qual os sujeitos treinaram a cada 72 horas de intervalo entre sessões. Todos os sujeitos realizaram um treino pros músculos flexores do cotovelo em banco Scott acoplado ao dinamômetro isocinético durante 8 sessões. O protocolo isocinético consistiu de 4 séries de 6 repetições no modo Exc/Conc com 120°.s-1 e 60.s-1 para as ações excêntrica e concêntrica, respectivamente. Foi adotado 2 minutos de intervalo entre séries. A força muscular foi avaliada através do teste de pico de torque isométrico (PTisom) para os flexores do cotovelo antes do início das sessões 1, 4 e 8, enquanto a massa muscular (EM) dos flexores do cotovelo foi medida pré e pós 8 sessões de treino por meio de ultrassom. O desempenho das sessões foi avaliado pelas médias concêntrica e excêntrica do PT e TT (trabalho total). PTisom aumentou para ambos os grupos na 8ª sessão (p < 0,05), sem apontar diferenças entre grupos (p > 0,05). Não houve alterações para EM após 8 sessões de treino para G168h e G72h (p > 0,05). Não foram detectadas alterações para PT concêntrico e excêntrico e TT excêntrico. Contudo, TT concêntrico aumentou significativamente apenas em G168h na 8ª sessão sem mudanças para G72h. Os achados mostraram, a princípio, existir um efeito positivo do intervalo de recuperação de 168 horas no desempenho muscular de homens treinados após 8 sessões de treino.
Abstract: Strength training (ST) has a fundamental importance in physical activity programs that aimed improvements in sports performance, increases in strength and muscle mass, and rehabilitation in the most diverse populations and levels of physical conditioning. It is well known that the positive adaptations resulting from a training program depend on an adequate balance between stress and recovery and in this sense, coaches, physical trainers, athletes and enthusiasts should take into account the effects of the recovery interval between ST sessions on muscle adaptations in the medium and long term. The aim of the present study was to investigate the effects of different recovery intervals between TF sessions on neuromuscular adaptations and hypertrophy of the elbow flexors in trained individuals. A total of 23 trained men (25 ± 5 years) were randomly divided into two experimental groups: 1) G168h in which all subjects trained every 168 hours, and 2) G72h in which the subjects trained every 72 hours between sessions. All subjects underwent a workout on the elbow flexor muscles in Scott bench attached to the isokinetic dynamometer during 8 training sessions. The isokinetic protocol consisted of 4 sets of 6 repetitions in Exc / Conc mode with 120 °.s-1 and 60°.s-1 for eccentric and concentric muscle actions, respectively. It was used 2 minutes interval between sets. Muscle strength was assessed by the isometric torque peak test (PTisom) for the elbow flexors before the 1st, 4th and 8th sessions, while the muscle mass of the elbow flexors was measured before and after 8th session through ultrasonography (MT). The performance of the sessions was evaluated by the concentric and eccentric means of PT and TT (total work) during each session. PTisom increased for both groups in the 8th session (p <0.05), without differences between groups (p> 0.05). There were no changes to MT after 8 training sessions in G168h and G72h (p> 0.05). No changes were detected for concentric and eccentric PT and eccentric TT. However, concentric TT increased significantly only in G168h in the 8th session without changes to G72h. The findings suggest, at first, a positive effect of the 168-hour recovery interval on the muscle performance of trained men after 8 training sessions.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FEF - Doutorado em Educação Física (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34413/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.