Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/34313
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_GabriellaFazio.pdf8,54 MBAdobe PDFView/Open
Title: Significado deposicional e diagenético de argilominerais na transição Ediacarano-Cambriano : formações Tamengo e Guaicurus (Grupo Corumbá, MS)
Authors: Fazio, Gabriella
Orientador(es):: Guimarães, Edi Mendes
Assunto:: Formação Tamengo
Formação Guaicurus
Grupo Corumbá
Geologia
Issue Date: 3-Apr-2019
Citation: FAZIO, Gabriella. Significado deposicional e diagenético de argilominerais na transição Ediacarano-Cambriano: formações Tamengo e Guaicurus (Grupo Corumbá, MS). 2018. 133 f., il. Dissertação (Mestrado em Geociências Aplicadas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: As formações Tamengo e Guaicurus, unidades superiores do Grupo Corumbá, estão posicionadas na transição Ediacarano-Cambriano devido a dados bioestratigráficos e quimioestratigráficos. A Formação Tamengo é composta majoritariamente por calcários com intercalações pelíticas e registra ocorrência de macro-fósseis do gênero Cloudina e Corumbella, enquanto a Formação Guaicurus é caracterizada como um extenso e homogêneo pacote de siltitos. Essa pesquisa tem como foco a caracterização sedimentar, petrográfica, mineral (Difratometria de Raios-X) e química (Fluorescência de Raios-X) de pelitos e siltitos com objetivo de definir posicionamento estratigráfico das formações Tamengo e Guaicurus, além de indicar ambiente deposicional e história diagenética das mesmas. Para tal, foram estudadas três áreas na região de Corumbá (MS-Brasil): pedreiras Laginha e Corcal e afloramento ao longo da MS-243. As rochas da Formação Tamengo, sob microscópio, apresentam feições de difusão de fluidos, laminações irregulares, lâminas de calcita como pseudomorfos de evaporitos e esteiras biogênicas. Em contraste, os siltitos da Formação Guaicurus são persistentemente laminados, bem selecionados e homogêneos. Ambos os pelitos intercalados em camadas carbonáticas e os siltitos são compostos por quartzo e mica detríticos e argilominerais diagenéticos. Ainda, composições químicas de óxidos maiores são amplamente similares, com exceção do conteúdo de Na2O, maior nos siltitos da Formação Guaicurus. A presença de rochas carbonáticas intercaladas com pelitos na Formação Tamengo implica ambiente favorável à formação de carbonatos com aporte episódico de material siliciclástico imaturo, proveniente de rochas de granulação muito fina de uma área-fonte próxima, interrompendo deposição de carbonatos. A Formação Guaicurus, distintamente, é um resultado de um aporte ininterrupto de material siliciclástico imaturo de uma área-fonte próxima, amplamente similar à Formação Tamengo, e depositado sob baixa energia com lâmina d’água espessa, abaixo do nível de base de ondas de tempo bom. A paragênese de argilominerais diagenéticos – illita, clorita e quartzo – e os valores de índice de Kübler caracterizam estágio de anquizona a diagênese tardia para ambas as formações. Todavia, a Formação Tamengo apresenta grande quantidade de esmectita, característica de diagênese precoce, além de feições petrográficas indicativas de evento de circulação de fluidos. Essas evidências revelam história diagenética complexa com ocorrência de retrodiagênese para os pelitos da Formação Tamengo. Os siltitos da Formação Guaicurus não apresentam evidências petrográficas de difusão de fluidos nem presença de esmectita na paragênese illita + clorita, confinando esse evento de circulação de fluidos na Formação Tamengo. Após caracterização, esta pesquisa ainda revelou que a porção superior da pedreira Corcal (L7) expõe rochas da Formação Tamengo
Abstract: The Tamengo and Guaicurus formations, upper units of the Corumbá Group, are placed at Ediacaran-Cambrian transition due to biostratigraphy and chemostratigraphy data. The Tamengo Formation is composed mainly of limestones with mudstones interbedding and record occurrences of macro-fossils Cloudina and Corumbella. The Guaicurus Formation is characterized as an extensive and homogeneous siltstone package. This paper focus in sedimentary, petrographic, mineral (X-Ray Diffraction) and chemical (X-Ray Fluorescence) characterizations of mudstones and siltstones in order to define stratigraphic positioning of the Tamengo and Guaicurus formations, to indicate depositional environment and diagenetic history. To this porpoise, three areas were studied in the vicinity of Corumbá (MS-Brazil): Laginha and Corcal quarries and an outcrop along MS-243 road. The rocks of Tamengo Formation, under microscope, present fluid diffusion features, irregular laminations, calcite laminas as evaporate pseudomorphes and biogenic mats. In contrast, siltstones of Guaicurus Formation are persistently laminated, well sorted and homogenous. Both mudstones interbedded in carbonate layers and siltstones are composed of detrital quartz, mica and diagenetic clay minerals. Furthermore, the major oxides compositions are broadly similar, except for Na2O, higher in the Guaicurus Formation. The presence of carbonate rocks and mudstones within Tamengo Formation imply environment favorable to carbonate formation with episodically immature siliciclastic supply, from very fine-grained rocks of a nearby area, interrupting carbonate depositions. The Guaicurus Formation, distinctively, is a result of an uninterrupted immature siliciclastic supply from a nearby source area, broadly similar to the Tamengo Formation, and was deposited under a low energy setting in a high water level, below fairweather wave. Diagenetic clay mineral paragenesis – illite + chlorite + quartz – and Kübler indexes characterize anquizone to late diagenesis stage for both formations. However, the Tamengo Formation presents great amounts of smectite, characteristic of early diagenesis stage, along with petrographic features indicative of a fluid circulation event. These evidences reveal a complex diagenetic history with retrograde diagenesis recorded in the mudstones of the Tamengo Formation. The siltstones of the Guaicurus Formation present neither petrographic evidences of fluid diffusion nor presence of smectite along the paragenesis illite + chlorite, constraining the fluid circulation event in the Tamengo Formation. After these characterizations, the research revealed that the superior portion of Corcal quarry (L7) exposes rocks from the Tamengo Formation.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Programa de Pós-Graduação em Geociências Aplicadas, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:IG - Mestrado em Geociências Aplicadas (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34313/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.