Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33933
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_LucasMonteiroRegisCunha.pdf5,17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Pequena fenomenologia da sombra : Guignard e Tensho Shubun
Autor(es): Cunha, Lucas Monteiro Regis
Orientador(es): D’Angelo, Biagio
Assunto: Sombra
História da arte
Guignard, Alberto da Veiga, 1896-1962 - crítica e interpretação
Tensho Shubun, 1394-1454 - crítica e interpretação
Pintura - estética
Data de publicação: 31-Jan-2019
Referência: CUNHA, Lucas Monteiro Regis. Pequena fenomenologia da sombra: Guignard e Tensho Shubun. 2018. 111 f., il. Dissertação (Mestrado em Arte)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Esta dissertação visa comparar obras de Alberto da Veiga Guignard e Tensho Shubun a partir da utilização da sombra, fenômeno recorrente em suas pinturas de paisagens, para verificar a existência de semelhanças que permitem estabelecer um diálogo entre os dois recortes. A pesquisa se baseia em um aporte teórico sobre a sombra na história da arte, na contextualização dos períodos em que os artistas viveram, e uma aproximação fenomenológica do objeto que visa enriquecer a análise formal e poética das obras. O encontro de configurações semelhantes das obras no corpus estudado corrobora a crítica sobre a aproximação de Guignard com um estilo específico de pintura japonesa, e por outro lado revela parte da construção, por parte da crítica brasileira, de uma sintaxe para se referir ao oriente, principalmente Japão e China.
Abstract: This dissertation aims to compare works of art of Alberto da Veiga Guignard and Tensho Shubun from the use of shadows, recurrent phenomenon in their landscape paintings, in order to verify the existence of similarities that allow to establish some dialogue between the two parts. The research is based on a theoretical contribution on the shadows in the history of art, in the contextualization of the periods in which the artists lived, and a phenomenological approach of the object to enrich the formal and poetic analysis of the study. The encounter of similar configurations of the works in the studied corpus corroborates the criticism about the approximation of Guignard with a specific style of Japanese painting, and on the other hand reveals part of the construction, by the Brazilian art criticism, of a syntax to refer to the East, mainly Japan and China.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Artes, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:IdA - Mestrado em Artes (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.