Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33868
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_DavidFernandoNogueiradaSilva.pdf22,88 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: A “revolução das esperanças crescentes” : Adlai Stevenson, a Teoria da Modernização e a Guerra Fria na América Latina
Autor(es): Silva, David Fernando Nogueira da
Orientador(es): Arraes, Virgílio Caixeta
Assunto: Stevenson, Adlai Ewing, 1900-1965
Aliança para o Progresso
Teoria da modernização
América Latina
Cooperação internacional
Política internacional
Data de publicação: 29-Jan-2019
Referência: SILVA, David Fernando Nogueira da. A “revolução das esperanças crescentes”: Adlai Stevenson, a Teoria da Modernização e a Guerra Fria na América Latina. 2018. 247 f., il. Tese (Doutorado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Esta tese tem como objetivo mostrar como a teoria da modernização deixou a academia e entrou no mundo político americano por meio da influência do maior líder do partido democrata nos anos 50, Adlai Stevenson. Quer também evidenciar problemas entre a teoria e a prática desta ideia, que se mostram quando ela é consubstanciada em política externa por meio da Aliança para o Progresso. A hipótese que ela sustenta é a de que vários erros de leitura da conjuntura cultural e da política interna latino-americana, por parte dos norte-americanos, fizeram com que as ideias de modernização, pensadas na teoria, se revelassem inviáveis na prática.
Abstract: This thesis aims to show the way modernisation theory left the academy and entered the American political world through the influence of Adlai Stevenson, the leader of the Democratic Party in the 50’s. It also highlights problems between the theory and practice of this idea, which are shown when it is embodied in foreign policy through the Alliance for Progress. The hypothesis that the thesis maintains is that several errors on how to perceive the cultural conjuncture and the domestic policy of Latin America made the ideas of modernisation, as thought in the theory, infeasible in Latin America.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF).
Aparece nas coleções:HIS - Doutorado em História (Teses)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.